Fiscalização identificou aglomeração e outras irregularidades cometidas pelo estabelecimento que fica no bairro Colina

 

Agentes da força-tarefa criada para fiscalizar o cumprimento do decreto com medidas de prevenção e combate à Covid-19 em Volta Redonda interditaram na noite do último domingo, dia 28, um bar localizado no bairro Colina. A fiscalização encontrou aglomeração no estabelecimento, que também apresentou irregularidades como música ao vivo em volume alto, além de mesas e cadeiras espalhadas pela calçada e rua.

Formada por equipes da Secretaria Municipal de Fazenda (SMF), da Guarda Municipal (GMVR), da Vigilância Sanitária, com apoio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, a força-tarefa percorreu 12 bairros no domingo. Foram fiscalizados 19 estabelecimentos comerciais.

No bairro São Cristóvão, um bar foi autuado pela equipe da SMF por não possuir licença para música. No Conforto, um estabelecimento foi notificado por não apresentar alvará de licença no momento da fiscalização.

De acordo com a Guarda Municipal, durante as fiscalizações é reforçada a importância do cumprimento das medidas de segurança, como uso de máscara, distanciamento, higienização, coibir aglomerações. Os proprietários dos estabelecimentos são orientados a instruírem os funcionários para estarem atentos aos clientes, no sentido de colaboração para reduzir a transmissão do vírus. As denúncias podem ser feitas pelo telefone 156.

Equipes notificam e autuam estabelecimentos no sábado

No sábado, dia 27, a força-tarefa autuou quatro estabelecimentos e notificou outro. Foram fiscalizados comércios nos bairros São Luís, Aterrado, Jardim Amália I, Monte Castelo, Vila Brasília.

Dois estabelecimentos foram autuados por não terem licença para música; um por não cumprir o distanciamento entre as mesas e colocar um número superior a seis pessoas (que é o permitido); e outro por ocupar irregularmente a rua com mesas e cadeiras. Um bar foi notificado por não apresentar alvará no momento da fiscalização.

As equipes também interromperam uma festa particular em um salão de festas no bairro São Luís. O responsável não estava presente no momento da verificação, não compareceu e será notificado.

Foto: Divulgação/PMVR