Equipe da Secretaria de Infraestrutura trabalhou diariamente para suprir a demanda causada pelas chuvas no final de 2020

A manutenção da cidade é uma das prioridades da Prefeitura de Volta Redonda e um dos trabalhos realizados diariamente em janeiro foi a poda e o corte de árvores, além do recolhimento de galhos e troncos, em 16 bairros do município. O trabalho supre a demanda causada pelas chuvas do final do ano passado, que derrubaram árvores, obstruindo calçadas e vias.

A equipe do Departamento de Parques e Jardins da Secretaria Municipal de Infraestrutura (SMI) realizou, em um mês, 36 podas e quatro cortes de árvores, que renderam 35 viagens de caminhão para retirada de galhos e troncos. Além disso, oito árvores que caíram com as chuvas.

A subsecretária municipal de Infraestrutura, Poliana Aparecida Moreira Gama, informou que a Vila Brasília, o Siderópólis, a Vila Santa Cecília e o Jardim Paraíba estavam entre os bairros mais acometidos pelo problema. “Precisamos resolver toda a demanda existente para começar a pensar em poda e corte de árvores de forma preventiva”, avisou.

Além da queda de árvores, alguns locais precisaram de lavagem com carro pipa por conta do acúmulo de terra, também trazida pela chuva, como por exemplo, vias do bairro Três Poços. O carro pipa também atua periodicamente na lavagem de espaços públicos como as ruas que recebem a Feira Livre de Volta Redonda, espaços públicos como praças e monumentos e ainda atende às demandas da população que chegam pelo aplicativo FiscalizaVR. Mais de 15 locais foram beneficiados pelo serviço em janeiro.

Município sanitiza locais de grande circulação de pessoas

O trabalho da equipe do carro-pipa também inclui a sanitização de locais com grande circulação de pessoas como forma de prevenção à Covid-19. Os jatos de solução clorada eliminam o novo coronavírus.

Entre os espaços que receberam a higienização estão as calçadas dos centros comerciais da Vila Santa Cecília; a Praça Sávio Gama, no Aterrado; a Capela Mortuária, também no Aterrado; os acessos ao Cais Aterrado; praças Mário Ferreira Neto e Independência e Luz, no mesmo bairro; os mercados populares da Vila Santa Cecília e Aterrado; e a Praça dos Ex-Combatentes, na Sessenta.

Foto: Divulgação/PMVR