Expectativa é que o campo esteja pronto para receber partidas no fim deste mês; Voltaço estreia no estadual, em casa, dia 28

O Estádio Raulino de Oliveira, o Estádio da Cidadania, começou a receber esta semana serviços para poder voltar a sediar partidas de futebol. A expectativa é que o campo esteja pronto para receber jogos no fim deste mês – o Voltaço estreia, em casa, no dia 28, contra o Madureira pelo Campeonato Carioca.

Como parte do gramado havia sido afetada por uma praga, houve um tratamento para eliminação dos insetos e funcionários fizeram a recolocação de placas de grama nos pontos mais críticos; a mesma do estádio do Maracanã. Junto à recuperação do gramado, as salas de aquecimento, vestiários e de imprensa também estão recebendo reparos, assim como os polos de saúde localizados no estádio. As arquibancadas, que também passarão por melhorias, devem ser os últimos itens da revitalização, já que por conta da pandemia do novo coronavírus, o acesso do público ainda não será permitido.

“O momento agora é de foco na Saúde, mas estamos realizando o que precisa ser feito no Estádio da Cidadania, dentro do possível e da realidade financeira do município. Sabemos que ainda há muito a ser feito, mas neste primeiro momento, como não haverá público, estamos recuperando o gramado, as salas de aquecimento, vestiários e de imprensa, tudo para poder receber bem os atletas e os profissionais que trabalham na cobertura dos jogos”, destacou a secretária de Esportes, Rose Vilela.

Através de uma parceria com a iniciativa privada está sendo elaborado um projeto para pintura do estádio. O serviço será realizado sem custos para a prefeitura.

Foto: Geraldo Gonçalves/PMVR