Intervalo mínimo entre primeira e segunda dose foi antecipado para 21 dias

A Secretaria de Saúde de Volta Redonda faz um alerta para os faltosos que ainda não compareceram às Unidades de Saúde para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19. A secretaria esclarece que, por determinação do Ministério da Saúde, o intervalo mínimo entre primeira e segunda dose foi antecipado para 21 dias.

Com isso, aproximadamente 30 mil pessoas precisam retornar às unidades para completar o esquema de vacinação. A secretaria está realizando busca ativa no chamamento desse público através de telefone e e-mail. De acordo com o coordenador da Vigilância em Saúde de Volta Redonda, médico sanitarista Carlos Vasconcellos, uma dose não é garantia de proteção contra o novo coronavírus. Assim, se faz necessária a segunda dose e depois a terceira como reforço.

“Estamos convocando as pessoas vacinadas com a primeira dose há pelo menos 21 dias para receber a segunda, na unidade de saúde mais próxima. Uma dose não é esquema completo. Reforçamos para que esses moradores fiquem atentos ao intervalo mínimo para a segunda dose que foi antecipada”, disse o médico.

Dose de reforço ampliada para população adulta

Vasconcellos esclareceu ainda que a dose de reforço –terceira dose– foi ampliada para toda população adulta, acima de 18 anos, independente do grupo etário ou profissão. O intervalo de tempo para aplicação da terceira dose nesse público é de cinco meses após a segunda dose, pela nova determinação do ministério anunciada na semana passada.

Pessoas acima de 50 anos, profissionais de saúde, e pessoas com comorbidades – de qualquer faixa etária– podem receber a dose de reforço a partir de três meses após aplicação da segunda dose. O coordenador da Vigilância em Saúde comentou ainda que o intervalo para pessoas com imunossupressão grave (imunossuprimidos) é de 28 dias depois da segunda dose.

Mais de três mil doses aplicadas na segunda-feira

O município aplicou nessa segunda-feira (22) mais de três mil doses de vacina contra a Covid-19, 1.890 doses foram aplicadas no drive-thru na Ilha São João e outras 1.200 nas unidades de saúde. Com isso, Volta Redonda chega a quase 480 mil doses, entre primeiras, segundas e doses de reforço.
A vacinação contra a Covid-19 ocorre em todas as 46 unidades de saúde, das 08h às 16h. Onze unidades funcionam com horário estendido para atender a população, até as 21h: São João, São Geraldo, 249, Vila Mury e Volta Grande. Até as 18h: Siderlândia, Jardim Paraíba, Vila Rica/Tiradentes, Santo Agostinho, Açude I e Santa Cruz.

 

Foto: Geraldo Gonçalves- Secom/PMVR