Agentes também recolheram carros abandonados após colisão e recuperaram veículos furtados

A Guarda Municipal de Volta Redonda (GMVR) apreendeu na tarde deste domingo, dia 21, e encaminhou à 93ª DP (Delegacia de Polícia) uma moto sem identificação que estava estacionada na Rua 12, em frente ao número 300, na Vila Santa Cecília. O agente verificou que a moto não tinha placa e o chassi estava raspado. Além disso, as peças tinham a cor vermelha por dentro e branca por fora, indicando mudança de cor não autorizada.

Entre domingo, dia 21, e segunda-feira, dia 22, guardas municipais também recuperaram dois veículos que constam como furtados, na base nacional de dados. O primeiro estava abandonado na Rua Vereador João de Alvarenga, próximo ao número 355, no bairro Ponte Alta, em Volta Redonda. Após pesquisa, a equipe da guarda verificou que o Citröen Picasso de cor preta havia sido furtado em Barra Mansa. O outro veículo estava abandonado na Avenida Presidente Kennedy, no bairro Siderlândia. O Chevrolet Corsa, também preto, tinha duas placas diferentes. De acordo com os agentes da GMVR, a placa traseira indicava que o carro foi roubado ou furtado e a dianteira pertence a um veículo da marca Hyundai.

Nos dois casos, a Guarda Municipal foi acionada pelo Ciosp (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública). O primeiro veículo foi encontrado no domingo, dia 21, e o segundo, na tarde desta segunda-feira, dia 22.

Motoristas abandonam veículos após colisão

No sábado, dia 20, dois veículos colidiram na esquina das ruas 62 com 45, no bairro Sessenta, em Volta Redonda. Um deles atingiu uma placa de sinalização de trânsito. Os carros foram abandonados pelos motoristas no local e recolhidos pela Guarda Municipal ao depósito público.

Também na Rua 62, outro veículo colidiu com um canteiro e um poste de eletricidade no cruzamento com a Rua 60 e a Rua 31, na Vila Santa Cecília. Neste caso, o acidente ocorreu por volta das 5h e o motorista também abandonou o veículo. Mais uma vez, o caminhão guincho da guarda levou para o depósito público.

O comandante da Guarda Municipal, João Batista dos Reis, acrescentou que nestes dois casos houve danos ao patrimônio público. “Agora, os veículos só podem ser retirados do depósito municipal pelo proprietário”, explicou Batista.

Foto: Divulgação Secom/PMVR