Mesmo com bons índices de vacinação contra a Covid-19, o uso de máscara continua sendo obrigatório no município

Mais de 42 mil doses de reforço contra a Covid-19 já foram aplicadas pela Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), nos grupos determinados pelo Ministério da Saúde. Nesta terça-feira, dia 16, o Ministério da Saúde estendeu a vacinação para terceira dose para públicos de todas as idades, que tenham intervalo de até cinco meses da segunda dose.

Até então, o público-alvo no Brasil para terceira dose correspondia a pessoas acima de 60 anos –incluindo acamados– profissionais de saúde, e imunossuprimidos. Entretanto, a Prefeitura de Volta Redonda já havia ampliado a dose de reforço para pessoas com comorbidades e população a partir de 50 anos, sendo uma das únicas cidades do país a aplicar a terceira dose nessa faixa etária. A Prefeitura de Volta Redonda defende a aplicação das doses de reforço para toda população, mas ressaltou que depende do envio de vacinas pelo governo federal.

O coordenador da Vigilância em Saúde de Volta Redonda, médico sanitarista Carlos Vasconcellos, destacou que as medidas de prevenção à Covid-19 continuam: o uso de máscara segue sendo obrigatório em todos os ambientes. Vasconcellos convoca os adolescentes e jovens vacinados até 26 de outubro para aplicação da segunda dose, já que o intervalo foi antecipado.

Todas as Unidades de Saúde (UBS e UBSF) fazem aplicação de doses contra a Covid-19. As unidades funcionam de 08h às 16h. Onze unidades funcionam com horário estendido para atender a população, até as 21h: São João, São Geraldo, 249, Vila Mury e Volta Grande. Até as 18h: Siderlândia, Jardim Paraíba, Vila Rica/Tiradentes, Santo Agostinho, Açude I e Santa Cruz.

“Apesar do avanço da vacinação, o uso de máscara permanece obrigatório no município. A cobertura vacinal segue subindo em Volta Redonda, mas é importante reforçar que uma parcela da população– incluindo adolescentes e jovens– precisa voltar as Unidades de Saúde e fazer a segunda dose. O intervalo entre a primeira e segunda dose foi antecipado para 21 dias, antes era 12 semanas, por isso, fique atendo ao seu cartão de vacinação, pois a medida é válida para os vacinados até 26/10/2021”, esclareceu o médico.


Os índices de cobertura vacinal em Volta Redonda foram atualizados nesta semana, 81,3% da população acima de 12 anos está com as duas doses da vacina e 97,4% com a primeira dose nesta mesma população. Entre primeiras, segundas e terceiras doses, o município já aplicou 464.632 doses, de acordo com o último levantamento da SMS feito no fim de semana.

 

Foto: Geraldo Gonçalves- Secom/PMVR