Cidade vai sediar um núcleo do Batalhão de Ações com Cães da PM e também será um polo do programa Casa do Trabalhador

Volta Redonda será a sede de dois importantes investimentos do Governo do Estado, que trarão benefícios para todo o Sul Fluminense. Na área da segurança pública, a cidade foi apontada pela Secretaria de Estado da Polícia Militar para sediar o núcleo regional do BAC (Batalhão de Ações com Cães). Além disso, a Secretaria de Estado de Trabalho e Renda quer implantar na cidade um polo do projeto Casa do Trabalhador. Segundo o prefeito Antonio Francisco Neto, trata-se de duas importantes parcerias que chegarão a partir do apoio do governador Claudio Castro.

“O governador está com um olhar diferenciado para o interior e tem feito muito pelo Sul Fluminense. As obras estão chegando em todas as cidades, mas não é só isso. O reforço na segurança e o fortalecimento dos projetos para geração de emprego e renda são fundamentais”, destacou o prefeito.

No início da semana, Neto se reuniu o comandante do BAC (Batalhão de Ação com Cães), Coronel Sepúlveda; com o comandante do COE (Comando de Operações Especiais), coronel Marcos Lima; além do comandante do CPA (Comando de Policiamento de Área), coronel Malheiros, e do comandante do 28º Batalhão da PM, tenente-coronel Souza. Também participou do encontro o vereador Sydney Dinho. Após apresentação do projeto e uma breve sobre como trabalha o BAC, o grupo foi conhecer terrenos que possam abrigar o núcleo do batalhão especializado. Uma área próxima ao Condomínio Industrial foi preliminarmente aprovada e as tratativas vão ganhar forças nos próximos dias.

“Volta Redonda e o Sul Fluminense de uma maneira geral estarão mais seguros com a chegada do BAC. Ficamos felizes com a escolha de Volta Redonda e vamos fazer todo o possível para acolher da melhor maneira as equipes da polícia e os cães que vão chegar. Queremos ser úteis em tudo que puder ao nosso secretário de Estado da Polícia Militar, Luiz Henrique Marinho Pires”, disse Neto.

Emprego e Renda

Outro reforço que poderá chegar pelas mãos do governador Claudio Castro diz respeito a ações que fortaleçam a geração de emprego e renda no Sul Fluminense. De acordo com o secretário de Estado de Trabalho e Renda, Patrique Welber, a proposta é fazer de Volta Redonda um polo do projeto Casa do Trabalhador.

Trata-se de um programa do Governo do Estado, com o objetivo de implementar políticas de trabalho, emprego e geração de renda, estimular a formação e a qualificação dos cidadãos, desenvolvendo ações de apoio ao trabalhador para contribuir com a sua inserção, reinserção e manutenção no mercado de trabalho. Para isso, são feitas parcerias com instituições formadoras de ensino, ministradas palestras e oferecidos diferentes cursos de qualificação profissional.

Patrique Welber, que esteve no gabinete do prefeito acompanhado do vereador Jorginho Fuede, pretende formalizar o acordo com a prefeitura para instalação da Casa do Trabalhador em Volta Redonda nos próximos dias. Entre os benefícios do programa, destaca-se o desenvolvimento de ações de apoio ao trabalhador, através do alinhamento entre a qualificação profissional e as demandas locais e a posterior oferta de serviços como: orientações sobre primeiro emprego, estágio, elaboração de currículo, atendimento ao jovem trabalhador, atendimento à mulher trabalhadora, entre outros.

Atualmente, existem dez unidades implantadas no estado do Rio de Janeiro: Manguinhos, Ilha do Governador, Guadalupe, Petrópolis, Itatiaia, Nova Friburgo, Seropédica, Miguel Pereira, Teresópolis e Campos dos Goytacazes.

Foto: Divulgação- Secom/PMVR