Pessoas que pertencem aos grupos preferenciais devem priorizar a imunização; doses estão sendo aplicadas em todas as Unidades de Saúde

Pessoas acima de seis meses de idade, que não tenham se imunizado contra a gripe (Influenza), estão sendo convocados pela Secretaria Municipal de Saúde para fazer a vacinação. A aplicação das doses está sendo feita em todas as 46 Unidades de Saúde (UBS e UBSF) de 08h às 16h. As unidades dos bairros Vila Mury, São João e Volta Grande funcionam no horário estendido até as 20h.

A secretaria destaca as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários da campanha devem priorizar a imunização o quanto antes, que são: pessoas acima dos 60 anos, professores, crianças de seis meses a menores de 6 anos de idade, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, membros das forças de segurança e salvamento, Forças Armadas e funcionários do sistema de privação de liberdade.

O município recebeu nesta semana mais três mil doses de vacinas contra a gripe. A secretaria de Saúde já aplicou mais de 100 mil doses desde a ampliação da campanha pelo Ministério da Saúde para a população em geral acima de seis meses de idade. O coordenador da Vigilância em Saúde de Volta Redonda, médico sanitarista Carlos Vasconcellos, no entanto, ressalta que muitas pessoas que pertencem aos grupos prioritários da vacinação contra a gripe ainda não se imunizaram contra a Influenza (H1N1).

“A vacinação contra a gripe se faz necessária, principalmente, em um momento de pandemia em que os sintomas da Covid-19 são semelhantes aos da gripe e podem ser confundidos, gerando aumento nos atendimentos em saúde. Os grupos prioritários das campanhas (Gripe e Covid) devem fazer a imunização o quanto antes para as duas doenças respeitando o intervalo de 14 dias entre uma aplicação e outra”, disse o coordenador.

 

Foto: Geraldo Gonçalves- Secom/PMVR