Dados do IBGE apontam população estimada em 274 mil pessoas e prefeitura cria parcerias para ampliar melhorias

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicados no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (27), o município de Volta Redonda tem uma população estimada de 274.925 pessoas. O número 6% maior que o último censo realizado pelo instituto, em 2010, quando a população voltarredondense era de 257.686. E para acompanhar esse crescimento, atual administração municipal vem investindo em parcerias para acelerar a reconstrução da cidade.

“Já fizemos muito nesse pouco tempo de governo e Volta Redonda vai se tornar um canteiro de obras em breve. São muitas obras que vão marcar a história da cidade e melhorar ainda mais a qualidade de vida da nossa população”, afirmou o prefeito Antonio Francisco Neto.

Uma das áreas que receberá um grande aporte financeiro será a de mobilidade urbana. O projeto, orçado em R$ 90 milhões, foi aprovado e terá investimento do Governo do Estado. As intervenções serão a maior obra pública de infraestrutura e mobilidade urbana que a cidade já recebeu. A previsão é de que os serviços sejam concluídos em torno de 18 meses.

O projeto engloba a construção de dois viadutos, uma nova ponte sob o Rio Paraíba do Sul, criação de corredor com 15 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus, construção de 18 quilômetros de ciclovias, entre outras intervenções. O objetivo é promover o transporte público incentivar o uso da bicicleta, reduzindo o número de carros circulando nas ruas.

Abastecimento de água

O acesso à água potável também é uma preocupação do Governo Municipal, que iniciou os preparativos para uma obra histórica na cidade: a troca da rede de abastecimento na Beira-Rio. Serão trocados mais de cinco quilômetros de tubulação da Avenida Almirante Adalberto de Barros Nunes, que possui um histórico de rompimentos nos últimos anos.

Com investimentos girando em torno de R$ 12 milhões (entre serviço e material), a melhoria também permitirá aumentar a oferta de água potável à população atendida pela rede, estimada em cerca de 130 mil habitantes, distribuídos em mais de 17 bairros.

Social

Através da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAC), a prefeitura vem investindo para atender quem mais precisa. Nesses oito primeiros meses da atual gestão, já foram reabertos 24 unidades do Centro de Referência da Assistência Social (Cras), e a meta é chegar a 35 unidades reabertas.

O atendimento à população em situação de rua, que tem aumentado por conta da pandemia e da consequente piora da economia do país, também tem recebido atenção da administração municipal. O Abrigo Municipal Seu Nadim foi revitalizado para abrigar essa população; foram retomadas as abordagens sociais a esse público em condição de vulnerabilidade, que continua sendo assistido no Centro Pop, no bairro Aterrado.

Segurança

O Poder Público também não tem medido esforços para garantir melhorias. A instalação de lâmpadas de LED já chegou aos centros comerciais da Vila Santa Cecília, Aterrado e Retiro, e logo estará chegando à Avenida Amaral Peixoto, no Centro.

O monitoramento com câmeras em vias públicas voltará com força total, com a compra de 581 equipamentos de alta definição, sendo que 41 deles farão a leitura de placas veiculares, com intuito de colaborar com a segurança pública, não sendo responsável por infrações de trânsito.

Volta Redonda também se prepara para ingressar no Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), da Polícia Militar, que garantirá um reforço no policiamento nas ruas junto da Guarda Municipal (GMVR), além de viabilizar o “Bairro Seguro”, programa que prevê, além do Proeis, mais 30 policiais para reforçar o policiamento em Volta Redonda.

Empregos

Mesmo com os impactos econômicos negativos que a pandemia vem causando no país, o atual Governo Municipal conseguiu reverter os empregos perdidos no último ano e o saldo é positivo (480 em julho) e com tendência de ampliação dos postos de trabalho, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

A expansão do Sider Shopping, autorizada pela Prefeitura e Câmara Municipal, também vai gerar 200 novos postos de trabalho durante as obras e mais 300 após a ampliação.

Para a juventude, a prefeitura, por meio da Coordenadoria Municipal da Juventude (CoordJuv), criou o Centro Oportunizar, na Vila Santa Cecília, que realiza atendimentos para adolescentes e jovens adultos, entre 15 e 29 anos, com objetivo de colocar o jovem no mercado de trabalho, Programa Jovem Aprendiz e estágio.

“Implementamos também o ‘Reconstruindo VR’, com limpeza e manutenção em mais de 84 bairros; teremos a revitalização da Rua 33, na Vila, que vai transformar essa importante via da cidade; na saúde, já vacinamos contra a Covid-19, mais de 90% da população adulta com primeira dose, realizamos mais de 600 cirurgias de cataratas, e as melhorias vão seguir em todas as áreas que o serviço público pode alcançar”, destacou o prefeito Neto.

 

Foto: Arquivo/PMVR