Município conta com uma rede para atender essa população; entre os serviços oferecidos estão o Abrigo Municipal Seu Nadim, Centro POP e abordagem diária

 

A Prefeitura de Volta Redonda intensificou o atendimento às pessoas em situação de rua para garantir acolhimento nos meses mais frios do ano. Além de ampliar o número de vagas e revitalizar o abrigo Seu Nadim, a administração municipal, através da Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac), firmou um convênio com o Serviço de Obras Sociais (SOS), que possibilitará que as pessoas de Volta Redonda também possam utilizar o albergue que era destinado apenas a migrantes.


O secretário municipal de Ação Comunitária, Munir Francisco, explica que devido à baixa ocupação do abrigo do SOS foi possível ampliar o atendimento aos munícipes.


“O albergue do SOS foi criado para atender os migrantes - pessoas que estão na cidade de passagem e precisam ficar por pernoites, mas a sua capacidade de atendimento estava muito baixa. Aproveitamos então para ampliar o atendimento disponibilizado na rede de assistência da cidade, principalmente nesse período onde as noites estão muito frias”, disse Munir.


Segundo o secretário algumas pessoas preferem não utilizar o abrigo Seu Nadim, pelas regras existentes no local, como horário de chegada e saída, proibição de utilização de bebidas alcoólicas, entre outras.


Para que a parceira funcione, a Smac disponibiliza todos os dias, às 19h, o transporte para o albergue do SOS. O ponto de saída é o Centro Pop, onde as pessoas já estão alimentadas e de banho tomado. Além disso, a prefeitura deslocou dois funcionários que trabalham das 19h às 7h da manhã para atender a esse publico.

REDE DE ASSISTÊNCIA

O Abrigo Seu Nadim funciona como um serviço social integrado à rede de assistência social de Volta Redonda. O acolhimento é provisório, por um período de seis meses a um ano. A capacidade para moradia é de 25 pessoas, sendo 20 homens e cinco mulheres. A instituição funciona na Rua 560, s/nº, no bairro Nossa Senhora das Graças. O telefone para contato é (24) 3347-7178.

Já o Centro de Referência Especializado para população em situação de rua Uhady Nars, o Centro POP, que fica no bairro Aterrado, proporciona serviços de higiene pessoal, alimentação, retirada de documentos, contato familiar e atendimento psicossocial.

No serviço de abordagem, que é realizada diariamente pela Smac, das 8h da manhã às 20h, a busca ativa de pessoas em situação de rua na cidade tem como objetivo de criar vínculos de confiança para convencer as pessoas a saírem da situação de rua e ingressarem na rede de proteção do município ou a reinserção familiar.

 

Foto: Geraldo Gonçalves- Secom/PMVR