Projeto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo será utilizado posteriormente como ferramenta pedagógica

Para marcar o aniversário de 67 anos de Volta Redonda, a Prefeitura, por meio Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SMDET), lança nesta sexta-feira, dia 16, às 17h, o “Tour Virtual” que conta um pouco da história da cidade. A proposta permite que as pessoas se imaginem andando pelas ruas no passado.

O lançamento, que faz parte do calendário oficial do aniversário da cidade em parceria com a Secretaria de Cultura, será feito pelas redes sociais: Instagram: @turismoemvolta ou @culturavoltaredonda e pelo YouTube: https://youtube.com/c/SMCTVVR.

Ao navegar com a ferramenta Google Earth (https://abre.ai/c1MS), o visitante é transportado a diversos locais de memória, com imagens de como eram no passado. A cada novo ponto, é possível conhecer ou relembrar a cidade no passado e, acessando o recurso street view no canto interior direito do mapa e arrastando o “bonequinho” é possível ver o local como é hoje.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Sergio Sodré, o roteiro foi desenvolvido dando destaque ao “Patrimônio Industrial” e relembra locais importantes da história do município e seu desenvolvimento antes mesmo da chegada da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN).

“Nosso trabalho foi realizado com base naquilo que a cidade pode oferecer de atrativo turístico. Volta Redonda tem uma parte importante na história do país, do trabalho e dos trabalhadores. Tem patrimônios. É também uma cidade marcada pelo turismo de negócios. É uma cidade hospitaleira que tem a vocação do acolhimento, pois foi projetada para receber pessoas de outros lugares”, disse Sodré ao se referir à vinda dos operários que trabalharam e construíram sua vida e família na cidade.

Arquitetura e Urbanismo
A diretora de Turismo da SMDET, Débora Cândido, ressaltou que o município tem importante influência da arquitetura modernista e é buscado por estudantes e pesquisadores. “A cidade, que se instalou em decorrência da implantação da siderúrgica, foi planejada pelo arquiteto e urbanista Attilio Corrêa Lima e tinha uma proposta de organização do espaço: desde o próprio desenho das ruas, os edifícios institucionais, bairros, os parques e jardins criados e outros elementos, tudo pensado para uma cidade funcional, com espaços bem definidos”, disse Débora, ao ressaltar que a cidade tem outros tipos de arquitetura “uma mistura de estilos, uma vez que outros arquitetos também atuaram na construção devido ao falecimento prematuro de Lima”, explicou.

Curiosidades
Débora ressaltou ainda que a correria do dia a dia acaba por esconder pontos históricos da cidade. Como é o caso do Muro da Fazenda Santo Antônio da Ponte Alta. Esse muro fica no terminal rodoviário da Ponte Alta, no Elevado Presidente Castelo Branco, e é uma ruína da fazenda dos tempos do café. Ainda de acordo com ela, o Inepac (Instituto Estadual do Patrimônio Cultural) inventariou cerca de oito sítios históricos no município.

Outra curiosidade é o nome destinado à área verde no meio da Vila Santa Cecília: o Jardim dos Inocentes. Esse corredor verde dentro da cidade foi projetado para ser um local de descanso e acabou se tornando uma opção das babás e mães que levavam as crianças para passeios e banho de sol, por isso o nome de Jardim dos Inocentes.

A história reserva ainda uma preciosidade: Volta Redonda é uma das poucas cidades do mundo onde se encontra o Ankaramito. Esse mineral é formado pela consolidação a partir de um magma (rocha fundida) que chegou à superfície por meio de vulcanismo. No caso de Volta Redonda, o fenômeno se deu pela ascensão de magma por profundas fraturas na Terra. O principal afloramento de Ankaramito de Volta Redonda localiza-se na Rodovia dos Metalúrgicos, no Jardim Tiradentes.
Essas e outras curiosidades poderão ser conferidas na visitação ao “Tour Virtual”.

 

Foto: Divulgação/PMVR