Programa criado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) busca zerar a fila de espera dos pacientes; procedimentos foram realizados em 10 dias

Mais de 500 cirurgias de catarata foram realizadas na primeira etapa do projeto Revi-VER. O programa criado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), neste mês de aniversário de Volta Redonda, busca zerar a fila de espera dos pacientes que aguardam pelo procedimento oftalmológico. A próxima etapa deve ser retomada daqui a duas semanas.

Ao todo, 505 cirurgias foram realizadas em 10 dias. Todas as intervenções foram realizadas em um centro cirúrgico oftalmológico móvel instalado na Ilha São João. No local, é onde ocorrem também os atendimentos, incluindo os exames pré-operatórios.

A secretária municipal de Saúde, Maria da Conceição de Souza, destacou a importância da prefeitura em promover esta ação.

“É um programa importante e que foi necessário pelo número de pessoas que estavam na fila sofrendo com uma incapacidade; limitadas e dependentes por um problema que a prefeitura poderia resolver. Por isso criamos este projeto que também contribuirá para reorganizar a rede de saúde oftalmológica do município. No espaço de duas semanas, as cirurgias continuarão em uma nova etapa do projeto”, disse a secretária, informando que os pacientes estão sendo contactados e os procedimentos agendados.

A previsão é que, até o fim do projeto, 4,5 mil cirurgias sejam realizadas. Além de promover cirurgias de catarata, os pacientes também são submetidos a um acompanhamento pós-operatório.

 

Foto: Geraldo Gonçalves- Secom/PMVR