Campanha da prefeitura com o NAC vai beneficiar cerca de quatro mil famílias; distribuição começa nesta terça-feira, dia 18

A campanha “Grande Corrente do Bem” organizada pela Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac), e pelo NAC (Núcleo de Ação Comunitária), arrecadou três toneladas de alimentos em drive-thru realizado neste domingo, dia 16, na Vila Santa Cecília. O material foi armazenado e separado no Banco de Alimentos e começa a ser distribuído nesta terça-feira, dia 18, para as entidades beneficentes credenciadas.

O secretário de Ação Comunitária de Volta Redonda, Munir Francisco, afirmou que a iniciativa do NAC foi encampada pela prefeitura e veio para somar com outras ações do Poder Público, com objetivo de garantir segurança alimentar à população carente.

“A ação na Vila foi um sucesso. As três toneladas de alimentos já estão separadas por tipo (arroz, feijão, macarrão, óleo, etc.) no Banco de Alimentos por funcionários e voluntários. Nesta terça-feira, dia 18, entidades assistenciais, filantrópicas e Clubes de Serviço do nosso município filiados ao NAC, e ainda as credenciadas especificamente para essa campanha, além das cadastradas no Comsea (Conselho Municipal de Segurança Alimentar) começam a retirar as doações”, falou Munir.

A presidente do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), Kátia Silvério Alves, explicou que as entidades beneficentes repassaram suas demandas, incluindo o CPF do responsável familiar. “O objetivo era fazer o cruzamento de dados entre as instituições e garantir que cada família recebesse apenas uma bolsa de alimentos para que mais pessoas fossem beneficiadas”, disse.

O presidente do NAC, Anderson Oliveira, agradeceu a todos que participaram do drive-thru doando alimentos e também aos voluntários que receberam as doações sem que as pessoas precisassem descer do carro. “Fizemos uma logística utilizando carrinhos de compras de supermercado para agilizar a coleta e evitar aglomeração, medida de prevenção à Covid-19”, lembrou Anderson, afirmando que a campanha vai atender em torno de quatro mil famílias.

Foto: Divulgação/PMVR