Um loteamento irregular, que estava sendo montado em uma área particular no bairro Roma, foi desmobilizado na manhã desta quinta-feira, dia 8, após decisão judicial que permitiu a ação. O pedido para desocupação da área foi feito pela Prefeitura de Volta Redonda, após uma reunião com representantes da área de segurança pública. No dia 25 de março, um assassinato foi registrado no local. Investigações apontam que o crime pode ter relação com a disputa por lotes. Um grupo de pistoleiros executou um homem na frente da esposa.

A ação, desencadeada nas primeiras horas da manhã, contou com a Guarda Municipal, Defesa Civil, Secretaria Municipal de Infraestrutura, Polícia Militar e Polícia Civil. Não houve registro de problemas ou resistência. Poucas pessoas estavam no local, como já era esperado após o serviço de inteligência da Polícia Militar ter indicado que a maioria dos barracos foram erguidos para "marcar território" no loteamento.

Foto: Divulgação/PMVR