Guardas orientam a população no combate ao novo coronavírus; ação ‘Patrulha pela Vida’ acontece diariamente em diversos pontos da cidade  

 

A Guarda Municipal de Volta Redonda (GMVR) continua promovendo a ação “Patrulha pela Vida” conscientizando os moradores de Volta Redonda sobre o uso de máscara, item obrigatório na prevenção à Covid-19. Além de fiscalizar as áreas comerciais do município, os guardas estão orientando a população no combate à doença. Junto com a entrega de máscara, o morador recebe um panfleto higienizado com informações sobre como prevenir o contágio.

 

Ações desse tipo acontecem diariamente nos pontos centrais da cidade, onde há maior circulação de pessoas. As orientações também ocorrem nos pontos de ônibus. Com o aumento do número de casos da Covid-19 no Brasil, a Prefeitura de Volta Redonda busca em parceria com as secretarias conscientizar todos os moradores a seguirem o protocolo de segurança à doença. 

 

O comandante da GMVR, João Batista dos Reis, destacou que essa ação é para salvar vidas e conta com o apoio de todo o efetivo da corporação, que se reveza no patrulhamento diário. “Eu faço questão de participar dessa ação, é fundamental que toda a população use máscara, higienize as mãos e evite aglomerações, nada de festas clandestinas e aglomerações, estamos combatendo essas irregularidades em prol da vida. Nosso intuito é orientar e conscientizar a população assim como fazendo aos comerciantes”, ressaltou o comandante. 

 

Força-tarefa 

 

A GMVR também atua em parceria com a Secretaria Municipal de Fazenda (SMF), Vigilância Sanitária e Polícia Militar na força-tarefa, que fiscaliza as atividades econômicas de acordo com as medidas preventivas à Covid-19.

Recentemente, a Prefeitura de Volta Redonda teve a aprovação do Projeto de Lei, do Código Administrativo de Volta Redonda (Lei Municipal nº 1.415/1976) aumentando a multa, que era de R$ 592,98, para R$ 5.929,80, aos estabelecimentos que forem encontrados em descumprimento do decreto de combate ao novo coronavírus.

 

Foto: Divulgação/PMVR