Ação envolvendo secretarias e autarquias municipais, com apoio das forças de segurança, vem atuando em toda a cidade

A força-tarefa montada pela Prefeitura de Volta Redonda para fiscalizar o cumprimento das medidas de combate à Covid-19 vem intensificando as operações, principalmente nesse período em que o número de casos de Covid-19 vem aumentando em todo o Brasil. Formada pela Secretaria Municipal de Fazenda (SMF), Vigilância Sanitária e Guarda Municipal (GMVR), com apoio da Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros, a força-tarefa já realizou mais de 300 fiscalizações e vem atuando em bairros, estabelecimentos e instituições diferentes, com o objetivo de reduzir a proliferação do novo coronavírus.

“Atuamos de forma democrática, percorrendo bairros centrais e periféricos, fiscalizando pequenos e grandes comércios, todas as instituições religiosas, festas de todos os tipos. Estamos trabalhando para evitar situações de aglomeração e contamos com a ajuda da população para respeitar as medidas de segurança”, afirmou o prefeito Antonio Francisco Neto.

Agindo preventivamente e atendendo a denúncias, entre janeiro e o último dia 15 de março, a força-tarefa já notificou 58 estabelecimentos, autuou 16 e interditou oito. No mesmo período, as equipes encerraram cinco festas particulares e sete eventos clandestinos conhecidos como ‘isoporzinhos’, por conta de aglomeração. Dois desses eventos foram encerrados no último dia 14, quando a força-tarefa acabou com uma festa clandestina no Morada da Colina e um baile funk irregular no Jardim Belmonte.

Foram fiscalizadas seis instituições religiosas, sendo que uma delas foi interditada por decisão judicial em fevereiro, por descumprimento dos decretos municipais. A força-tarefa notificou e autuou a instituição, após fiscalização motivada por denúncias feitas por populares e postagens em redes sociais. As imagens mostravam superlotação do espaço e pessoas sem máscara.

Em caso de aglomeração de pessoas, festas clandestinas, os moradores devem ligar para o 156 (Central de Atendimento Único), 153 da Guarda Municipal ou 190 da Polícia Militar.

Foto: Divulgação/PMVR