Implementação do Sistema de Informações para Infância e Adolescência será para representantes de 12 municípios da região

 

O município de Volta Redonda vai sediar nos dias 12 e 13 de dezembro uma capacitação para implementação do Sistema de Informações para Infância e Adolescência (Sipia), um sistema nacional de registro e tratamento de informações sobre a garantia e defesa dos direitos fundamentais preconizados no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Realizado pela Fundação para a Infância e Adolescência (FIA), o evento acontecerá em um laboratório do Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB) e faz parte da implementação do sistema no estado do Rio.

 

“É muito importante para Volta Redonda e para toda a região que os jovens atendidos pelos conselhos tutelares sejam cadastrados nesse sistema, que é integrado em nível nacional. Estamos unindo forças para que nossas crianças e adolescentes recebam uma atenção cada vez melhor”, afirmou o prefeito Samuca Silva.

 

A implantação do sistema foi definida em reunião no dia 17 de outubro entre as prefeituras, a FIA e o Comitê Gestor do Sipia, e participarão da capacitação dois servidores de cada um dos 12 municípios que irão implantar o sistema na região. O objetivo é que o sistema já esteja implantado para o mandato dos novos conselheiros tutelares, eleitos recentemente.

 

Toda criança ou adolescente que for atendido pelo Conselho Tutelar será cadastrado no Sipia e, se for para outro município, pelo sistema é possível ter acesso a todos os atendimentos já prestados a esse jovem.

 

No sistema são cadastradas todas as entidades do município que trabalham com crianças e adolescentes, bem como todas as unidades de saúde, centros de Referência de Assistência Social (Cras) e de Referência Especializada de Assistência Social (Creas), além de escolas públicas e particulares, ONGs, etc.

 

Por Raphael Martiniano / Secom VR

3339-9061