Em 18 meses, mais de 2 mil pessoas conseguiram emprego pela unidade

 

Volta Redonda fechou o ano de 2019 como a maior geradora de emprego do estado do Rio de Janeiro. Uma das muitas ações que levaram o município a ter essa conquista foi a reabertura do Sine (Sistema Nacional de Empregos), que captou cerca de 3.900 vagas e teve mais de 2 mil postos de trabalho preenchidas através do sistema. A unidade ainda tem vagas abertas.

 

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, comentou que, com a vinda de novas empresas para a cidade, esse cenário tende a melhorar cada vez mais. “A gente vê pelos números que está funcionando. Investimos na desburocratização, melhoramos o diálogo com o setor produtivo, e com isso Volta Redonda se firmou como local de interesse para vinda de novas empresas e geração de empregos”, afirmou.

 

De acordo com o gestor do Na Hora, Almazyr Mattos, o sistema permite uma busca rápida online que identifica e seleciona quais candidatos tem o perfil para a vaga oferecida. “O serviço é gratuito e quem estiver preparado e atender ao perfil da empresa contratante terá mais chance”. Almazyr lembrou que o ideal é que os candidatos mantenham seus cadastros atualizados.

 

Para os candidatos que não tem a qualificação necessária para ocupar a vaga, a prefeitura oferece diversas meios de capacitação como a Universidade Popular (UniPop) e a Fábrica de Talentos, projeto que visa é formar mão de obra especializada, oferecer capacitação, cursos, preparação para uma próxima vaga.

 

Os interessados em realizar o cadastro devem comparecer ao Na Hora de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30, levando os seguintes documentos: carteira de trabalho, identidade, PIS, CPF e comprovante de residência. O Na Hora fica na Avenida Antonio de Almeida, nº 46, Retiro.

 

Secom VR, com fotos de arquivo