Em uma hora choveu acumulado de 61mm em alguns bairros; Defesa Civil registrou oito ocorrências em diversos pontos da cidade



Durante uma hora desta sexta-feira, dia 10, outra forte chuva atingiu Volta Redonda. Na região do Santa Cruz e Santa Rita do Zarur choveu um acumulado de 61,9mm em apenas uma hora. Já na região do Retiro choveu 38mm durante o mesmo período. Os dados são da Coordenadoria de Prevenção e Defesa Civil de Volta Redonda. Desde de meados de 2019, a Prefeitura está realizando a ‘Operação Guarda-Chuva’, trabalho de prevenção que vem minimizando os impactos da época chuvosa no período de janeiro.

Na quinta-feira, dia 09, a cidade registrou um acumulado de 28mm de chuva, entre 16 e 17 horas, quantidade esperado para todo o dia. Ou seja, em 30 minutos choveu o que era estimado para 24 horas.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Leandro Rezende, todas as equipes do órgão estão de plantão atuando em áreas de risco e avaliando os impactos da chuva.

"Até o momento tivemos oito ocorrências pela cidade, entre deslizamentos e alagamentos. Choveu novamente um grande volume em um curto espaço de tempo. Nossa equipe está percorrendo todos os bairros, buscando fazer o monitoramento das áreas de risco" completou o coordenador, ressaltando que o número de emergência da Defesa Civil é 199.

Diante das fortes chuvas, a cidade registrou pontos de alagamento e pequenos deslizamentos no Retiro, Açude, Vila Brasília e Santa Rita do Zarur. Equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura (SMI) também estão atuando para minimizar os transtornos nas diversas localidades.

Recentemente, para evitar transbordamento e transtornos históricos no Santa Rita do Zarur, a Prefeitura fez a dragagem do Córrego do Peixe, o que evitou maiores problemas diante da chuva desta sexta-feira.

"A limpeza do córrego foi bem feita e suportou a grande quantidade de água. Choveu muito. Agradeço a prefeitura por ter feito essa dragagem, que evitou o transbordamento. Era um pedido antigo da população", declarou a aposentada Arlete Oliveira, moradora do bairro.

Segundo o prefeito Samuca Silva, todos os órgãos da prefeitura de Volta Redonda estão de plantão monitorando a cidade e atuando para minimizar impactos.

"Estamos atuando por toda cidade nesse período de fortes chuvas. Novamente em Volta Redonda tivemos uma chuva maior que o previsto, mas, graças a investimentos feitos pela prefeitura, os danos foram minimizados, como nas Ruas 23 e 24 no Vila Rica e o caso do Córrego do Peixe. Estamos agora com projetos prontos para avançar em outras áreas, como Voldac e Açude. A população não merece mais sofrer e, em breve, vamos iniciar a ação para resolver mais este problema histórico", assegurou Samuca.

SECOM VR