Neste ano, já foram recuperados 57 veículos furtados durante rondas

 

A Guarda Municipal de Volta Redonda continua atuando no reforço pelo patrulhamento por toda a cidade. Só nesse mês de fevereiro foram removidos doze veículos ao depósito público, durante rondas pelas ruas.  Ao todo, nesse ano de 2019, a GMVR encaminhou para o depósito 57 veículos, sendo 32 automóveis, um ônibus e 24 motocicletas.

 

A mais recente recuperação foi no último domingo, dia 03, onde a equipe da Guarda Municipal atendeu um pedido do CIOSP, de um acidente envolvendo três veículos, no bairro Retiro. No local, identificaram que uma retro escavadeira, que ocasionou o acidente, havia sido furtada e que o condutor apresentava sinais de embriaguez. Conduziram para a delegacia e o veículo recolhido para procedimentos legais.

 

A Guarda Municipal tem crescido em muito em suas ações, atendendo de maneira ininterrupta a população. Para qualquer eventualidade as pessoas podem ligar para o telefone 153 do CIOSP ou pelo whatsapp (24) 99963-0090   para as mais diversas emergências, denúncias, pedidos de ajudas e informações. Dentre várias ações da Guarda Municipal, os servidores municipais trabalham coibindo infrações penais ou administrativas e atos infracionais que atentem contra os bens, serviços e instalações municipais.

 

Segundo o comandante da Guarda Municipal, Paulo Dalboni, em 2018 a GMVR realizou 23 mil atendimentos no município.  “Atendendo orientação do prefeito Samuca Silva, esse ano que está iniciando iremos olhar para frente e vislumbrar novos horizontes avançando cada vez mais com diálogo e eficiência”, ressaltou o comandante, acrescentando que, é uma honra fazer parte da história e poder contribuir para a segurança e tranquilidade.

 

Para o Prefeito de Volta Redonda Samuca Silva o maior patrimônio é a nossa população que devemos atender com qualidade nos serviços seja em qualquer atendimento. “Em 2019 continuaremos em nossa cidade com as parcerias entre as polícias, isso é possível, pois o principal objetivo é conseguir ter uma cidade mais segura, seja no patrimônio público, na via pública ou em casa”, finalizou Samuca completando que a intenção é intensificar as rondas nos prédios públicos, praças e vias públicas sem deixar as outras atribuições incumbidas.

 

Por Renan Ferreira - Secom/VR