Faixas de pedestres perto das escolas municipais e sinalização horizontal das vias principais estão sendo revitalizadas

 

A Secretaria Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana de Volta Redonda, tem aproveitado o movimento mais fraco de veículos no período noturno e colocado as equipes nas ruas para a revitalização da sinalização viária. O foco principal do trabalho tem sido as portas das escolas municipais, com a recuperação das faixas de pedestres, e nas vias principais dos centros comerciais dos bairros, onde passam o transporte coletivo e maior movimento de veículos. A Rua Cento e Sessenta e Dois, próximo ao antigo hospital Vita, terá introdução da Mão Inglesa.

 

O secretário, Mauricio Batista, explica os ganhos deste trabalho noturno. “O nosso trabalho noturno é em função do trânsito reduzido nesses horários, o que traz maior produtividade nos serviços nas vias. A gestão do prefeito Samuca Silva, tem priorizado a melhoria e a segurança do trânsito, pensando na mobilidade urbana, direito dos cidadãos. Estamos pintando as faixas de pedestres mais próximas das escolas municipais para melhorar a segurança na travessia dos alunos e revitalizando a sinalização nos centros comerciais com maior movimento de pedestres e carros”. Este trabalho já foi realizado nas avenidas principais, como Getúlio Vargas, Amaral Peixoto e Rodovia dos Trabalhadores.

 

O prefeito Samuca Silva, comentou. “O importante é garantir um trânsito com melhor fluidez e segurança com mobilidade urbana, favorecendo os pedestres e motoristas na construção de uma cidade com mais harmonia no seu trânsito. A manutenção permanente da sinalização viária estimula o respeito às leis e a educação no trânsito, auxiliando a reduzir as possibilidades de acidentes e ajuda na conscientização de todos”, comparou.

 

Mão Inglesa e vagas

 

Como parte do cronograma de trabalho, na noite desta terça-feira, dia 29, a equipe da STMU esteve presente nas proximidades do Hospital das Clínicas (antigo Hospital Vita), na Vila Santa Cecília. Maurício justificou as mudanças que serão realizadas pela STMU para salvar vidas. “Vamos colocar a mão inglesa, porque está muito perigosa a saída do hospital. A passagem está difícil, ponto de táxi, tudo muito confuso e perigoso. Vamos fazer mudanças nesta fase experimental. Se não der certo a intervenção, teremos a humildade de voltar ao que era. Os veículos quando descerem do bairro Laranjal e virarem em direção ao antigo Vita, não terão mais riscos de cruzamento com outro veículo. É preciso preservar vidas”, afirmou.  

 

De acordo coma secretaria, será alterada a disposição das vagas e colocada a mão inglesa. A modificação ocorrerá na Rua Cento e Sessenta e Dois visando melhorar o trânsito no local e oferecer melhor segurança.

 
Texto de Afonso Gonçalves, fotos de Evandro Freitas, SecomVR