Famílias devem procurar unidade da Atenção Básica mais perto de casa para evitar suspensão do benefício

 

O município de Volta Redonda convoca os beneficiários do programa do Governo Federal Bolsa Família para comparecer à unidade de saúde da Atenção Básica mais próxima de casa, até o dia 30 de dezembro deste ano, para realizar o acompanhamento de saúde.

 

O público-alvo é formado por crianças de até sete anos, gestantes e mulheres de 14 a 44 anos. Os beneficiários devem apresentar documento de identidade, cartão de vacinação das crianças, cartão do Bolsa Família ou Cartão Cidadão, e, no caso de gestantes, o cartão pré-natal atualizado.

 

As ações de acompanhamento na saúde, ofertadas pelo SUS (Sistema Único de Saúde) – pesagem, vacinação da criança e consultas de pré-natal - fazem parte das condicionalidades do Programa Bolsa Família.

 

De acordo com a assistente social Aline Rodrigues de Santana, diretora do Departamento de Avaliação de Serviços e Sistemas (DASS), da Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac), a orientação é para que todos os integrantes, inseridos no Cadastro Único (CadÚnico), procurem uma unidade de saúde, evitando, assim, que o benefício seja bloqueado ou suspenso a partir de janeiro 2020.

 

Por Renata Borges – Secom/VR