Mutirão será realizado até o dia 30 de abril e tem como objetivo diminuir o tempo de espera por mamografia, ultrassonografia geral e raio X

 

O Mutirão de Exames de Imagem da Secretaria de Saúde de Volta Redonda atingiu a marca de 6.431 exames agendados no mês de fevereiro. A ação, iniciada no dia 1º do mês passado, no Centro de Imagem do Estádio Raulino de Oliveira, no bairro Jardim Paraíba, deve ser encerrada no dia 30 de abril, mas poderá haver prorrogação do prazo. O atendimento à população é realizado de segunda à sexta-feira, das 07h às 23h e aos sábados, das 7h às 19h.

 

O objetivo do mutirão é aumentar a oferta de mamografias, ultrassonografias geral e raios X, para diminuir ao máximo o tempo de espera por esses exames. A afirmação é da coordenadora da Divisão de Média Complexidade, Flávia da Rosa Lipke Ensenãt.

 

Ela acrescentou que a ação também deve agilizar a entrega dos resultados aos pacientes. “Dessa forma, a população consegue acesso à assistência em saúde de forma integral”, acredita Flávia.

 

O secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, explicou que o agendamento é feito através do SISREG (Sistema de Regulação do Ministério de Saúde) com critérios de classificação de prioridades. O mutirão é voltado para pacientes, inseridos no sistema pela Atenção Básica do município e aguardam pelo agendamento.

 

“Queremos chegar aos 24 mil exames realizados em três meses”, disse Alfredo, lembrando que o Centro de Imagem passou por reforma estrutural para garantir mais conforto no atendimento e ainda recebeu manutenção, equipamentos e insumos.

 

PACIENTES FALTOSOS – A coordenadora de Média Complexidade, Flávia Lipke, ressaltou que houve número alto de faltosos aos exames marcados. “Em um mês, registramos 37% de faltas no caso dos exames de raio X e quase 30% nos exames de mamografia e ultrasson geral”, alertou.

 

A orientação é que, assim que o paciente verificar que não poderá comparecer ao Centro de Imagem no dia em que o exame foi agendado, avise à unidade da Atenção Básica de sua referência. “Deste modo, a vaga será remanejada para outra pessoa”, explicou.   

 

De acordo com o prefeito Samuca Silva, o Mutirão de Exames de Imagem deve garantir agilidade no atendimento. “Oferecer um serviço de excelência é obrigação do poder público e isso se torna ainda mais importante na área da saúde. A rapidez na realização e na entrega do resultado de exames são indispensáveis para a continuidade do atendimento e a solução do problema”, acredita o prefeito

 

Por Renata Borges com fotos de arquivo de Gabriel Borges – Secom/VR