Atividades serão realizadas entre os dias 1 e 7 de agosto em todas as unidades de saúde do município

 

Com o objetivo de discutir a importância da amamentação, a Prefeitura de Volta Redonda, através da secretaria municipal de Saúde realiza anualmente a Semana Mundial do Aleitamento Materno. Neste ano, a campanha tem como tema “Empoderar mães e pais, favorecer a amamentação”. As atividades, que serão desenvolvidas pela secretaria municipal de saúde, por meio do Departamento de Atenção Básica e do setor de Saúde da Criança e Adolescente do município, acontecerão de 1 a 7 de agosto.

 

De acordo com o Ministério da Saúde, o leite materno é capaz de reduzir em 13% a mortalidade por causas evitáveis em crianças menores de cinco anos, reduz o risco de desenvolvimento de hipertensão, colesterol alto, diabetes, sobrepeso e obesidade na vida adulta e protege a criança de doenças como diarreia, infecções respiratórias e alergias. E para a mulher, pesquisas indicam que o ato de amamentar atua diminuindo as chances de desenvolvimento dos cânceres de mama e de ovário.

 

O prefeito Samuca Silva destacou ainda a importância da Campanha da amamentação para o Município. “Desde 1992, mais de 120 países celebram a Semana Mundial da Amamentação de 1º a 7 de agosto. Estes dias foram definidos pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e pelo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância). Volta Redonda busca através de diálogos, campanhas e diversas ações sempre promover a conscientização da população, em especial com temas tão relevantes quando se trata de saúde pública”, disse o prefeito.

 

Segundo o secretário municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, a Semana Mundial do Aleitamento Materno faz parte do projeto “Agosto Dourado”, que são ações que incentivam a luta pelo incentivo à amamentação.

“A cor dourada está relacionada ao padrão ouro de qualidade do leite materno, o que se tornou um laço simbólico. A iniciativa visar dar visibilidade e destacar a importância da amamentação e incentivando a trabalhar o tema na prática”, falou.

 

Alfredo destacou que o aleitamento exclusivo até o sexto mês de vida da criança, e complementado até os dois anos ou mais, reduz os índices de morbimortalidade infantil. Por isso é tão importante a amamentação.

 

De acordo com a enfermeira Gina Moraes, coordenadora do Setor de saúde da criança e adolescente durante o período será desenvolvida uma série de atividades com as gestantes, mães, avós, pais e familiares que apoiam a amamentação. As atividades acontecem nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), nas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF), Policlínica da Mulher e no Hospital Municipal São Batista.

 

“Essa é uma semana de grande importância para a conscientização das mulheres com o objetivo de sensibilizar sobre a importância da amamentação. É muito importante também que os familiares e amigos apoiem essa iniciativa”, enfatizou.

 

 A Semana Mundial da Amamentação foi lançada pela WABA (Aliança Mundial pela Ação em Amamentação) em 1992, visando mobilizar e articular vários segmentos da sociedade para a atuação conjunta em campanhas de aleitamento materno, cujos temas variam a cada ano.

 

Por Fátima Santos – SecomVR