Projeto piloto de Coworking Municipal ganha nova fase

Integrantes da sociedade civil se reúnem com integrantes do projeto Lidera Rio e Diretor da EPD

 

Integrantes do projeto Lidera Rio de Volta Redonda se reuniram com líderes da comunidade do Rio Sul Valey e com a diretoria da Empresa de Processamento de dados de Volta Redonda para discutir novos passos do projeto de instalação do Coworking municipal, que é um espaço de trabalho compartilhado, onde a prefeitura fornece o ambiente  físico e as empresas desenvolvem as idéias.

 

A sociedade civil é peça fundamental para esse projeto acontecer e os participantes ouviram as pessoas que já participam a algum tempo desse modelo de negócio que ganha força no Brasil e no Mundo. De acordo com o líder da comunidade Rio Sul Valley, Rodolfo Pombo, a iniciativa de ter coworkings e incubadoras na cidade de Volta Redonda é super válida.

 

“Essa é uma das principais dores de quem tem startups ou quer empreender nesse tipo de negócio aqui na região, porque muitas vezes a gente não tem infraestrutura adequada e até mesmo não tem mão de obra. Então as pessoas acabam usando a própria casa e locais que não facilitam o acesso”, comentou Rodolfo.

 

"Acho extremamente válido o contato com a comunidade que já vivencia a prática de startups e empreendedorismo. Eles nos apresentam com maior propriedade sua realidade e principais dificuldades. Desse modo podemos ser mais assertivos em nosso projeto de incubadora de Startups aqui da Região. Esse é o Governo Samuca Silva fomentando em Volta Redonda um ambiente de inovação tecnológica e retenção de talentos”, afirmou o diretor-presidente da EPD-VR, Matheus Moreira.

 

O prefeito Samuca Silva explicou que o poder público irá impulsionar essas novas empresas. “A EPD terá seu espaço próprio como incubadora de empresas. No nosso projeto em parceria com entidades privadas e, principalmente, universidades incubaremos por dois anos empresas que desenvolvam inovações para a gestão pública. O projeto lidera Rio está sendo importante para aprimorar a ideia que já estava no nosso plano de governo” finalizou Samuca Silva.