Ano também marca o lançamento da plataforma EAD; primeiros dois cursos à distância iniciaram em janeiro

 

O "Desafio da Lei de Proteção de Dados Pessoais na Administração Pública" (Lei 13.709/2018), que entrará em vigor em agosto de 2020, foi o tema abordado no curso que abriu o ano letivo de 2020 na Escola de Governo e Gestão (EGG) de Volta Redonda. A capacitação reuniu 33 funcionários da prefeitura, na manhã desta quinta-feira, dia 20, na sede da escola, no bairro Siderópolis. O programa de Escola de Governo e Gestão, que visa capacitar servidores públicos, foi criado pelo prefeito Samuca Silva.

 

A palestra foi ministrada pelo advogado Jerônimo Santos Lima, especializado em govtech – infraestrutura de tecnologia e soluções inovadoras que os departamentos do governo usam para o trabalho interno ou fornecer serviços aos cidadãos. Ele é também o coordenador do Inova Macaé (Laboratório de Inovação em Gestão Pública do município de Macaé).

 

“A minha presença hoje na escola de governo solidifica uma parceria com Volta Redonda. Estive aqui para conhecer a plataforma digital FiscalizaVR, que inspirou o aplicativo MacaéApp. No curso, pretendo apresentar o que conheço, mas manter o diálogo para troca de experiência. E acredito que mais que falar de proteção de dados, precisamos entender que é imprescindível a inserção, cada vez mais, da tecnologia no serviço público. Precisamos superar a estigma de ultrapassado”, falou.

 

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, lembra que a sua gestão colaborou para inserir o serviço público do município na era digital. “Implantamos o FiscalizaVR, que é referência para outras prefeituras; o painel da transparência; o VR Democracia; e o estacionamento rotativo VR Parking pelo aplicativo Digipare”, contou, ressaltando a importância da Escola de Governo na capacitação dos servidores para que a utilização das novas ferramentas reverta em melhor qualidade e agilidade nos serviços prestados à população.

 

“Em 2019, quase dois mil funcionários foram capacitados em 70 cursos distintos. Este ano, a escola também entra na era tecnológica com o lançamento, em janeiro deste ano, dos primeiros cursos pela plataforma EAD (Ensino à Distância)”, acrescentou.

 

O presidente da EDP (Empresa de Processamento de Dados), Matheus Moreira Cruz, estava entre os funcionários que fizeram o curso. “Trabalhamos com dados do cidadão e temos que saber proteger essa informação. Estamos na era digital, que gerou uma guerra por informações, e temos que resguardar o cidadão”, disse.

 

Zildamara Correia Jardim Damaciano trabalha no departamento de Informação e Tecnologia do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPU). “Sou funcionária de carreira e sei que só com atualização constante podemos melhorar o serviço prestado ao cidadão”, afirmou.

 

O secretário de Planejamento, Transparência e Modernização da Gestão (Seplag), André Luiz de Oliveira Soares, que articulou a vinda do profissional de Macaé para dar o curso inaugural de 2020, reforçou a necessidade da capacitação durante a vida profissional. “Aprender sempre para atender mais rápido e melhor”, disse, lembrando que outros cursos já estão programados para o próximo mês.  

 

Na modalidade presencial os cursos serão sobre a Importância da auditoria em processos licitatórios e Resposta ao Ministério Público, mais uma capacitação sobre o Fiscaliza VR. A modalidade semipresencial conta com dois cursos que serão ministrados pelo TCE sobre a SIGFIS e sobre prestação de contas, sendo a primeira etapa online e a segunda presencialmente no polo de Volta Redonda. As inscrições são feitas pelo site www.voltaredonda.rj.gov.br/egg.

 

CURSOS À DISTÂNCIA – Os cursos pela plataforma EAD da Escola de Governo foram abertos em janeiro de 2020, sendo um sobre Gestão de Pessoas no Setor Público e outro sobre Orçamento Público. A programação prevê abertura de novos cursos para o próximo trimestre.

 

Por Renata Borges com fotos de Evandro Freitas – Secom/VR