Nesta quinta-feira, dia 31, estagiários foram cedidos pela UGB para auxiliarem o processo

 

No último dia 17, a prefeitura de Volta Redonda iniciou o mutirão do programa Escritura Fácil. Após 15 dias, em média 600 pessoas já foram atendidas pela equipe, que recebeu um auxílio extra de estudantes de diversas áreas do UGB (Centro Universitário Geraldo Di Biase) nesta quinta-feira, dia 31. São 16 estagiários dos cursos de direito, arquitetura, engenharia civil e serviço social que estão participando e ajudando na coleta de informações.

 

A aluna do 8º período do curso de Direito do UGB, Débora Garcia, comentou que está sendo muito proveitoso participar do procedimento. “Eu tenho interesse de atuar com direito imobiliário e quero saber como é atender, pegar a documentação, fazer esse procedimento”. Eduardo Alves, do curso de Engenharia Civil, acrescentou: “É uma experiência muito boa, tanto profissional, quanto social. É muito bom ver a população tendo essa oportunidade”.

 

Outra novidade é que no sábado, dia 09, será realizado um grande mutirão do Escritura Fácil para facilitar o acesso das pessoas que trabalham e não podem participar do programa durante a semana. A ação vai acontecer no Estádio Raulino de Oliveira, das 09h às 17h.

 

O prefeito Samuca Silva lembrou que esse é o maior programa de regularização fundiária de Volta Redonda. “Estamos vivenciando um momento histórico na cidade. É uma ação que irá melhorar a realidade de cerca de 40 mil famílias que aqui residem”, afirmou.

 

Já foram entregues, através do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), 4.500 cartas e, até sábado, dia 2, mais dois mil correspondências serão entregues pela autarquia.  A Certidão de Regularização Fundiária será entregue ao proprietário após equipe da prefeitura vistoriar o imóvel e confirmar os dados de posse. Em seguida, o proprietário deve entrar em contato com profissionais da área de arquitetura e engenharia para produção da planta do imóvel – serviço que será disponibilizado pela prefeitura para famílias com renda até R$ 1,8 mil.

 

Messias Antunes de Souza é morador do bairro Água Limpa há 30 anos e foi até o estádio para garantir seu título. “Para mim é muito importante essa conquista. A gente corria atrás dessa regularização há muito tempo e ter essa oportunidade é excelente. Foram muitos anos de luta para conseguir melhorias como água, luz e agora vai facilitar esses processos, além de ser a nossa segurança”, disse.

 

Nesta primeira etapa, serão beneficiados cerca de oito mil proprietários. Somente os moradores que receberem a notificação deverão comparecer ao Estádio Raulino de Oliveira, das 9h às 17h, portando a documentação de identificação (identidade, CPF) e referentes ao imóvel, como comprovante de residência (preferência por conta do Saae-VR) e de renda.

 

Por Secom VR, com fotos de Gabriel Borges