Segunda sede do Prefeitura Mais Presente é inaugurada no Mariana Torres; projeto já está no Jardim Ponte Alta e teve cinco edições itinerantes

 

O município de Volta Redonda ganhou na manhã desta sexta-feira, dia 19, mais uma unidade fixa do Prefeitura Mais Presente. O bairro Mariana Torres recebeu a sede do projeto, na Rua D, s/nº, onde funcionava o CRAS (Centro de Referência à Assistência Social). No local, também serão assistidos os moradores do Vila Brasília, Belo Horizonte, Verde Vale e Fazendinha, somando um público de mais de 20 mil pessoas.

 

Criado em maio de 2018 pelo prefeito Samuca Silva, o Prefeitura Mais Presente tem como objetivo principal a descentralização do serviço público. “Temos que aproximar o serviço da população, facilitar o acesso, evitar que os moradores dos bairros tenham que se deslocar até o centro para resolver qualquer problema”, afirmou o prefeito.

 

Ele lembrou que o espaço do CRAS foi totalmente reformado e, agora, abriga toda estrutura da prefeitura, não apenas a assistência comunitária. “O Prefeitura Mais Presente é um projeto que já deu certo. Daqui para frente vamos trabalhar para ampliá-lo ainda mais e levar para outras comunidades”, falou Samuca.

 

O Prefeitura Mais Presente contabiliza cinco edições itinerantes (São Luiz, Vila Brasília, Santo Agostinho/Volta Grande, Santa Cruz e Conforto) e uma unidade fixa no Jardim Ponte Alta, inaugurada em dezembro do ano passado. E já estão programadas mais duas edições itinerantes, que sempre acontecem no sábado, com toda estrutura da prefeitura reunida. O Complexo Roma recebe o projeto em setembro e o bairro Três Poços, em dezembro próximo.

 

O secretário municipal de Infraestrutura, Toninho Oreste, responsável pela obra na unidade, afirmou que é satisfatório poder dar condições para que um projeto de grande abrangência na comunidade possa funcionar. “Nós, da equipe do governo municipal, estamos à disposição para ajudar a resolver os problemas do bairro, dando uma resposta rápida e de qualidade para a população”, disse.

 

Cláudia Dornellas, que é a coordenadora Geral do Prefeitura Mais Presente, conta que a população voltou a ocupar o espaço com a chegada do novo projeto. “O atendimento no CRAS era mais restrito. Procuramos manter as atividades que a comunidade estava inserida e ampliamos a oferta de serviços, conquistando novos frequentadores”, explicou.        

 

A unidade no Mariana Torres vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Entre os serviços oferecidos estão cadastro de currículos; segunda via de conta de água; segunda via e consulta de IPTU; solicitação de podas de árvores; solicitações de serviços de manutenção; confecção e impressão de currículo; cadastro do trabalhador; pré-inscrição para cursos de barbeiro, designer de sobrancelha, violão e informática; agendamento para cadastro e recadastro do CAD único; agendamento no Detran; solicitação pelo Fiscaliza VR; e inscrições para concursos; impressão de resultados de exames; e agendamento para perícia no INSS.

 

Além disso, é um espaço de convivência para grupos de idosos e aulas de artes cênicas. E ainda serão implantadas roda de artesanato com oficinas; Cine Clube; e aulas de violão.

 

A coordenadora do Prefeitura Mais Presente no Mariana Torres, Luziete Amaral, afirmou que está na unidade desde outubro do ano passado, trabalhando com a comunidade a transição de CRAS (Centro de Referência à Assistência Social) para o Prefeitura Mais Presente.

 

“Toda novidade gera uma apreensão, uma desconfiança, mas a comunidade entendeu que essa mudança foi para melhor. Os atendimentos foram ampliados, garantindo assistência a um maior número de cidadãos”, disse Luziete.

 

José Marçal Filho, que mora no Mariana Torres desde os anos 80, conta que era usuário do CRAS, mas está satisfeito com as mudanças. “Achei ótima aquisição para o bairro a unidade do Prefeitura Mais Presente. Agora, temos mais ofertas de serviços e continuamos frequentando o local, toda sexta-feira, pela manhã, com o Grupo de Convivência”, falou.

 

Maria de Lima Fonseca, que mora no Retiro, também participa do Grupo de Convivência Alegria de Viver, no Mariana Torres. “Adorei o novo espaço. Nós do grupo temos mais conforto e a população mais serviços”, contou.

 

A estudante do 4º ano da Escola Municipal Paraíba, Maria Clara, de dez anos, recebeu o prefeito Samuca Silva com caneta e bloco na mão. Ele fez perguntas sobre a cidade e tirou dúvidas sobre o funcionamento do Prefeitura Mais Presente. “Busco melhorias para minha comunidade, o melhor lugar para morar em Volta Redonda, mas também agradeci pelo que já foi feito”, falou, pedindo um autógrafo ao prefeito para validar as respostas que anotou.

 

Também estavam na inauguração os secretários municipais e presidentes de autarquias; o diretor da Associação de Moradores do Mariana Torres, Paulo Ferreira; além dos vereadores Fábio Buchecha, Isac Bernardo de Araújo, Rosana Bergoni e José Augusto.    

 

Por Renata Borges com fotos de Evandro Freitas – Secom/VR