Conselheiros titulares e suplentes empossados vão se reunir a cada 15 dias, para traçar planos e programas até 2020

 

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, deu posse aos 28 conselheiros titulares e suplentes na noite da última quinta-feira, dia 9, em solenidade no auditório da prefeitura. Num breve discurso, falou das conquistas do governo como a cidade que mais gerou empregos, a terceira cidade da Região Sudeste que mais investiu em saúde pública, e assumiu compromissos com os novos conselheiros. No final, foram entregues diplomas de posse a todos os conselheiros presentes, que terão dois anos de mandato.

 

No seu discurso, Samuca falou das conquistas da sua gestão: “Precisamos avançar, encarar os problemas e saber valorizar o que temos aqui,  um prefeito empreendedor que faz uma gestão transparente, com participação popular. Agora a cidade é governada para todos, sem os cartéis empresariais em benefícios de poucos, como acontecia antes. Contem comigo na construção de políticas públicas para os jovens, porque ninguém pensou tanto na juventude como fazemos agora. Estou com a mesma garra e entusiasmo desde o primeiro dia de mandato”, enfatizou.

 

O evento teve a participação dos vereadores Mauricio Pessoa e Laydson Cruz, que também foram empossados como representantes do Poder Legislativo no Conselho Municipal de Juventude, além do coordenador Municipal da Juventude, Luciano Campos, que é o presidente do Conselho Municipal.  A solenidade contou ainda com a participação do vice-prefeito Maycon Abrantes, dos secretários municipais Marcus Vinícius Convençal (Ação Comunitária), Joselito Magalhães (Desenvolvimento Econômico e Turismo), Mauricio Batista (Transporte e Mobilidade Urbana), Ronie Machado (diretor-presidente do Furban) e assessores.

 

De acordo com o presidente do Conselho Municipal, Luciano Campos, a próxima reunião será no dia 18, no auditório da Smac, a partir das 8h30, para debater assuntos diversos relativos a juventude.  “O conselho tem uma representatividade de 60% da sociedade civil por segmentos, e 40% do governo municipal. As reuniões serão a cada 15 dias ou sempre que necessitar de convocação. Qualquer jovem de Volta Redonda pode participar dessas reuniões, mas o direito a voto é exclusivo dos conselheiros”, explicou Luciano.

O vice-presidente do Conselho Municipal da Juventude, Jorge Vinicius Ferreira   Oliveira, comentou: “Estou feliz e quero agradecer ao prefeito por nos ouvir e dialogar com o conselho que representa a sociedade civil. Temos muito o que caminhar e construir”, disse Jorge.

 

Outra conselheira, Stefani Neri, 20 anos, que compareceu com o filho no colo, Jorge Nery, de 1 ano, disse que pretende contribuir na elaboração de um plano municipal para os jovens e buscar mudanças na legislação que beneficie mais a juventude.

 

Os integrantes da mesa principal fizeram pronunciamentos curtos, logo após a fala do prefeito Samuca Silva. O vereador Maurício Pessoa foi direto: “Não podemos deixar os jovens sem perspectivas, sentados nos bancos das escolas, das universidades, temendo pelo seu futuro, numa situação de abandono. Até o final de 2020, o poder executivo, o prefeito Samuca com o nosso apoio, vai entregar uma cidade muito melhor para os jovens”, frisou Pessoa, que é autor de um projeto que beneficia os jovens no Legislativo.

 

O vice-prefeito Maycon Abrantes, desejou êxito: “O momento é de reflexão para a nova equipe que entra. Eu desejo que o Conselho da Juventude participe cada vez mais da política municipal, porque será melhor para a nossa cidade”.

 

Luciano Campos disse que, pela primeira vez na história do município, toda a estrutura que defende e trabalha com a juventude, citando a Coordenadoria Municipal da Juventude, o Conselho Municipal da Juventude, e o Comitê Municipal de Acompanhamento de Políticas Públicas, estarão trabalhando em conjunto para as políticas de inclusão da população jovem. “Um ganho político imenso em planejar e realizar ações para os jovens de Volta Redonda”, concluiu.

 

Por Afonso Gonçalves, fotos de Evandro Freitas - Secom/VR