Eventos foram realizados em escolas municipais e Unidade Básica de Saúde da Família

 

Atividades do programa Escola Preventiva, da Coordenadoria de Prevenção às Drogas (CMPD), marcaram o Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado em 29 de agosto, em Volta Redonda. Os alunos das escolas municipais Damião Medeiros, na 249, e Miguel Couto Filho, no Jardim Normândia, receberam nesta quinta-feira, dia 29, o PAES (Projeto de Arte, Educação e Saúde),voltado para alunos da creche até o 5º ano do ensino fundamental.

 

A coordenadora de Projetos da CMPD, Mônica Cândido, contou que a abordagem com as crianças é feita por meio de teatro de fantoches. “Os personagens principais também são alunos e professores, o que aproxima as crianças do assunto. O envolvimento com as drogas é mostrado de forma lúdica, prendendo a atenção das crianças”, falou.

 

No turno da tarde, na Escola Municipal Miguel Couto, o teatro foi apresentado para alunos do 5º ano. Davi Nunes, de 9 anos, não tirou os olhos da apresentação e saiu convencido de que não quer chegar perto de cigarros. “Tenho uma tia que fuma e vou contar para ela o mal que faz”, disse.

 

A orientadora Pedagógica da Escola Miguel Couto, Ana Cristina de Barros Garcez, afirmou que já conhecia o PAES e estava ansiosa para que a escola fosse beneficiada com o programa. “Foi uma feliz coincidência que tenhamos recebido o Escola Preventiva no Dia de Combate ao Fumo. As crianças adoram a apresentação e realmente absorveram o recado”, disse.

 

Após o teatro de fantoches, a coordenadora do Programa de Controle do Tabagismo da Secretaria Municipal de Saúde, Ana Lúcia Quaresma, também usou o lúdico para mostrar às crianças a importância de não começar a fumar, mas também a necessidade de buscar ajuda para deixar o vício.

 

“Preparamos duas paródias em ritmo de funk para aproximar as crianças do problema. Além disso, trouxemos as réplicas de um pulmão limpo e o de um fumante para que elas vejam como o fumo afeta à saúde. Queremos fazer das crianças nossas aliadas no combate ao tabagismos, levando essa ideia para a família e a comunidade”, falou Ana Lúcia, lembrando que o acesso ao Programa de Controle do Tabagismo é pelas unidades da Atenção Básica. 

 

Já o coordenador municipal de Prevenção às Drogas, Ricardo Cunha, esteve na tarde desta quinta-feira, dia 29, na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF), no bairro Siderópolis, para promover a capacitação “Prevenção seletiva: protocolo de acolhimento a adolescentes com o uso de álcool e outras drogas na UBSF”. Todos os funcionários da unidade participaram da palestra, que faz parte do programa Educação Permanente, que capacita líderes na gestão municipal. 

 

Mas a programação pelo Dia Nacional de Combate ao Fumo começou na noite da última terça-feira, dia 27, no Colégio Municipal Professora Delce Horta Delgado, no Aterrado. Desta vez, Ricardo apresentou a palestra “Cuidando de Quem Cuida: uma abordagem da prevenção” para os pais de estudantes da segunda fase do ensino fundamental.

 

O “Cuidando de Quem Cuida” faz parte do programa Escola Preventiva, que atende alunos da pré-escola ao ensino médio em 140 unidades de Volta Redonda, além de seus familiares. “O objetivo é trabalhar a prevenção. Abordar o assunto antes que esses estudantes já tenham se tornado usuários de álcool e outras drogas e torná-los multiplicadores da ideia”, falou Ricardo Cunha.

           

Ele explicou que a palestra “Cuidando de Quem Cuida” procura conscientizar pais ou responsáveis pelas crianças, adolescentes ou jovens de que dar bons exemplos é fundamental para mantê-los longe das drogas. “O Dia Nacional de Combate ao Fumo em Volta Redonda incluiu os programas da Escola Preventiva, Educação Permanente e o PAES, mas a coordenadoria ainda conta com o CVV (Conectados para a Vida), que atende adolescentes e jovens”, lembrou Ricardo. 

 

Por Renata Borges com fotos de Geraldo Gonçalves – Secom/VR