‘Defesa Civil nas Escolas’ leva estudantes ao 22º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Volta Redonda

No próximo dia 22, cerca de 180 estudantes de quatro escolas públicas se formarão no curso que orienta na prevenção

Estudantes do 5º ano do ensino fundamental de quatro unidades escolares de Volta Redonda participaram de visitas monitoradas nesta quinta-feira, dia 08, ao 22º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Volta Redonda. As visitas dos alunos das escolas Fernando de Noronha, Otacília da Silva Mendonça, Maria Carraro, Othon Reis Fernandes, são parte do treinamento do curso ‘Defesa Civil nas Escolas’, que começou em abril e prepara os estudantes para agir na prevenção de acidentes. As escolas estão nos bairros Vila Brasília, Verde Vale, e Mariana Torres.

O agente da Defesa Civil, Rogério dos Santos acompanhou os alunos. “O objetivo do curso, realizado de 15 em 15 dias nas escolas, é de que as crianças tenham bastante informações sobre a atuação a Defesa Civil  e dos Bombeiros que prestam serviços imediatos a população nos casos de emergências e agem também na prevenção”, frisou Rogério.

As palestras foram apresentadas nas escolas pela equipe  e pelo  coordenador da Defesa Civil, sargento Leandro Rezende. Nesta quinta, 8, os alunos foram recepcionados e instruídos no passeio pelas instalações internas do Corpo de Bombeiros de Volta Redonda, no  bairro Aterrado,  pelo 2º tenente Patrick Santana.

O prefeito Samuca Silva, falou da importância da orientação às crianças: “Os alunos, através desses conhecimentos que estão adquirindo, vão aprender a valorizar ainda mais o trabalho da Defesa Civil e dos bombeiros. Eles se tornam multiplicadores de opiniões dentro da própria residência, ajudando os pais na prevenção”, disse o prefeito.

 Eles foram orientados sobre os prejuízos que o trote pode causar, como a  demora em outro atendimento, além de comprometer o salvamento de quem realmente precisa. O que mais chamou a atenção dos alunos foi o  mapa da área operacional do Grupamento que mostra  a localização e o tipo de  acidente, quando são acionados.  

Os estudantes visitaram o depósito de material operacional e a frota de veículos preparados para combater sinistros e prestar atendimentos a pessoas acidentadas, além de conhecerem como é utilizado corretamente os diversos extintores (água, pó químico, gás carbônico CO2) para os diferentes tipos de incêndio. Eles viram ainda os equipamentos utilizados pelos bombeiros em casos de acidentes de trânsito para salvar vidas e se divertiram na visita a ambulância, onde conheceram todos os recursos usados pela corporação.

O estudante Marcos Vinicius, de 13 anos, disse do que gostou: “A gente aprendeu a fazer os primeiros socorros, a ajudar a outras pessoas. Se alguém engasgar, sabemos como socorrer. Aprendemos todos os telefones de emergência para ligar em caso de fogo, ou acidente. E que ninguém deve fazer trote para as autoridades”, disse o estudante. 

A professora Elonildes Belani, elogiou o curso: “Eles estão quase se formando e aprenderam muito com a Defesa Civil com esta visita aos bombeiros. Vão ter mais respeito com o trabalho que é feito para a população pelo bombeiros e pela Defesa Civil. E ainda  a necessidade de preservar o meio ambiente, não descartando lixo de forma irregular”.

Afonso Gonçalves, fotos de Geraldo Gonçalves