Novo material com aplicação rápida e fixação imediata será utilizado para eliminar pequenos buracos

 

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda começou a utilizar nesta sexta-feira, dia 05, um novo asfalto para as manutenções nas principais vias da cidade. O produto, usado para eliminar pequenos buracos, é aplicado rapidamente, tem uma adesão imediata ao solo e bem mais prática que o método convencional. A primeira aplicação aconteceu na Rua Bismark Pontes, no bairro Retiro.

 

O diretor executivo do Saae VR, José Geraldo Santos, o Zeca, explicou que esse novo asfalto irá trazer benefícios para a população evitando transtornos maiores. “Não serão necessários maquinários, a própria equipe de manutenção do Saae ira aplicar o asfalto que tem uma aderência ao solo bem mais rápida e imediata. Evitando transtornos para a população e garantindo um resultado bem mais eficiente”, disse Zeca, completando que a utilização será a princípio nas ruas de maior movimento da cidade.

 

Aproximadamente 800 sacos desse asfalto foram adquiridos para essas primeiras manutenções. Zeca explicou que após uma avaliação que aponte resultados satisfatórios, o Saae irá abrir uma licitação para comprar mais cinco mil sacos, que chegam até 15 dias.

 

“Em média, utilizamos cinco sacos por metro quadrado. Esse material é importante porque ele também é ecologicamente composto. Um dos materiais utilizados é borracha de pneu reciclado. As aplicações poderão ser feitas até em dias de chuva, pois não afetará a aderência”, completou.

 

O Prefeito Samuca Silva, avaliou como positiva a aquisição desse novo produto pelo Saae, pois irá proporcionar avanço nas ações. “Esse é o nosso governo, pensando em boas soluções que não causem muitos transtornos para a população e resolva os problemas de pequenos buracos espalhados pela cidade. Com diálogo e eficiência traremos bons resultados nos mais diversos setores. Estamos avançando a cada dia mais para oferecer um serviço público de qualidade”, frisou o prefeito.

 

Por Renan Ferreira com fotos de Evandro Freitas - Secom/VR