Intervenção poderá ser em dez linhas com maiores reclamações na STMU

 

A Prefeitura de Volta Redonda está destinando, para o sistema de transporte coletivo da cidade, dez linhas de ônibus que estão a cargo da empresa Sul Fluminense. Essas linhas serão assumidas pelas outras três viações que prestam serviço na cidade: Elite; Pinheiral e Cidade do Aço.

 

As dez linhas que serão destinadas as outras empresas, por um período até nova licitação, são as que tem mais reclamações no Ranking de Avaliação da Secretaria Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana. Entretanto, a empresa permanecerá operando as demais 21 linhas temporariamente.

 

Em decreto, assinado pelo prefeito Samuca Silva nesta sexta-feira, dia 10, determina a caducidade da concessão da empresa Sul Fluminense, pelo fato da empresa não estar conseguindo cumprir o contrato. O decreto do prefeito ainda prevê a licitação das linhas de ônibus operadas pela Sul Fluminense. Os funcionários não serão afetados, pois deverão ser contratados pelas empresas que assumirem as linhas da Sul Fluminense.

 

"Estamos conversando com as empresas que vão assumir essas linhas. Nossa expectativa é que já a partir de terça, dia 14, essas linhas já estejam operando através das outras viações. Isso também vai melhorar o serviço em outras áreas, já que a Sul Fluminense terá mais de 30 veículos para colocar em linhas que estavam deficitárias e assim também melhorar seu serviço prestado", disse Maurício Batista, secretária de Transporte e Mobilidade Urbana.

 

O prefeito Samuca Silva destacou que a cidade vive há anos com o problema de falta de qualidade no transporte coletivo. "Esta medida visa o profundo respeito ao povo de Volta Redonda. Demos todas as possibilidades de ajustes e a empresa não conseguiu responder ao nível desejado. Já informamos ao juiz do processo original e tenho certeza que esta medida ajudará a própria empresa a se recompor. E também vamos deixar menor a dependência do sistema a uma só empresa. Já determinei de imediato a abertura de nova licitação para que, em breve, tenhamos um sistema moderno e confortável para a nossa população", destacou o prefeito.

 

As dez linhas com mais reclamação que foram autorizadas a intervenção através das outras empresas são:

 

455 – Fazendinha

510 – Padre Josimo Circular

320 – Dom Bosco x Conforto

520 – Belmonte

325 – Santa Cruz x Conforto

550 – Siderlândia

120 – Eucaliptal

500 – Açude x Conforto

315 – Candelária x Conforto

540 – Açude x Santo Agostinho

 

SecomVR