Aplicativo Fiscaliza VR, demandas feitas na sede por moradores, associações, Poder Legislativo, comerciantes, são canais para atendimento ao público

 

A Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana, da prefeitura de Volta Redonda, tendo a frente o secretário Mauricio Batista, que assumiu o cargo a partir de agosto de 2017 -  trabalha diariamente com quatro equipes de pintura e sinalização nas ruas. São duas equipes durante o dia e duas a noite, atendendo demandas das associações de moradores, populares, comerciantes, vereadores pelo aplicativo Fiscaliza VR, por telefone ou demandas feitas pessoalmente na sede da secretaria.   O resultado são cerca de 755 km de ruas pintadas e sinalizadas, informou o secretário Mauricio Batista.

 

Neste período, o secretário que recebeu a missão de recuperar a sinalização da cidade, praticamente apagada em ruas importantes ao tráfego de veículos, o que colocava em risco a segurança, a integridade dos motoristas e aumentava a possibilidade de acidentes, fez a revitalização de várias ruas do bairro Sessenta, revitalização das ruas da Vila Santa Cecília, do bairro São Lucas, bairro Belmonte, revitalização dos bairros Siderlândia, Santa Rita de Cássia e revitalização do Santo Agostinho. As ruas foram pintadas com sinalização horizontal e recuperação da sinalização vertical. São 654 km em 2018 e mais 101,5 km no primeiro bimestre deste ano de vias revitalizadas.

 

Mauricio Batista fala deste trabalho de revitalização do trânsito: “Duas equipes trabalham durante o dia e outras duas equipes trabalham a noite, no período das 22h às 7h da manhã. Cada equipe de 8 pessoas é acompanhada pelos profissionais que fazem a instalação, remoção e renovação de placas. Assim vamos atendendo a orientação do prefeito Samuca Silva em sinalizar bem as vias públicas, visando reduzir os riscos de acidentes, fortalecendo a prevenção e segurança do trânsito”, afirma o secretário.

 

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, comenta as ações do governo: “Com o apoio do Poder Legislativo, a maioria dos vereadores, criamos a Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana para ampliar a política de mobilidade e cuidar melhor da cidade, oferecendo uma estrutura enxuta, mas eficiente. Este é o nosso objetivo que está sendo alcançado com resultados práticos pela secretaria”, enfatizou.

 

No bairro Laranjal, a STMU está programando para os próximos dias a pintura da ciclovia e via de pedestre ao redor dos 9 blocos dos apartamentos que ficam atrás do Hospital da CSN. Entre os serviços já realizados, destaca a faixa recuperada no centro, entre as avenidas Benedito Lopes Bragança e Amaral Peixoto, sinalização embarque e desembarque em frente a Escola Miguel Couto no Jardim Amália.

 

A secretaria realizou também a sinalização da Avenida São Lucas, revitalização da Rua 4 no Conforto, sinalização do Parque do Contorno, revitalização da Rua Fernando Tedesco na 208, adequação da sinalização na Rodovia dos Metalúrgicos, implantação de placa  de advertência a restrição de caminhão na Rodovia dos Metalúrgicos. Implantação de mão única na Rua Ceará até a Rua Maranhão, subindo, no Retiro; estacionamento no Belvedere, revitalização de faixas de pedestres no Belvedere e Sessenta.

 

O reforço da sinalização com taxão e segregadores foi realizada parcialmente, na Rodovia dos Metalúrgicos, Conforto, Av. Getúlio Vargas, Siderlândia, Amaral Peixoto e Padre Josimo. Ponto de ônibus na BR 393 Vila, vaga rápida na Rua 33, mão dupla na Rua D no trecho entre a Estrada e a Rua A para facilitar acesso do ônibus, faixa de pedestre, sinalização de travessia de crianças e recompor quebra-molas em frente a Escola Monteiro Lobato no Santa Rita do Zarur;  faixas em frente as escolas Rotary, Juracy Varanda e o CMEI Alkindar na Água Limpa.

 

Na Rua Otávio Júnior, perto da Arena Esportiva, no Voldac, placa de apenas veículos leves, retirada da carga e descarga na Rua Jayme Pantaleão para um terreno baldio mais à frente, inversão da Rua São Vicente de Paula, entre outros serviços. A secretaria conta com uma equipe para projetos de mobilidade urbana que são levados ao prefeito para avaliação.

 

Por Afonso Gonçalves, SecomVR