Investimentos de R$ 240 mil vão acabar com inundação da rua e garantir acesso com segurança em servidões para 50 famílias

O diretor geral do Furban, Fundo Comunitário de Volta Redonda, engenheiro Ronie de Oliveira Machado, aproveitou o ponto facultativo desta sexta-feira na prefeitura de Volta Redonda, para fazer uma inspeção em obras contratadas pelo órgão público no bairro Água Limpa, onde estão sendo investidos cerca de R$ 240 mil para acabar com a inundação da Rua Eloi Pereira Pimentel e melhorar o acesso nas servidões onde residem mais de 50 famílias. Os acessos são pelas  alamedas 1, 2, 3,  em frente a Rua Travessa Visconde do Rio Branco, no bairro.

Na primeira obra em andamento, está sendo feita a drenagem de águas pluvias de toda a extensão da Rua Eloi Pereira, no Água Limpa,  que está recebendo uma nova rede de água pluvial com manilhas de 80 mm, com a colocação de caixas coletoras para captar a água. E posteriormente toda a rua ganhará uma nova pavimentação asfáltica da Secretaria Municipal de infraestrutura e sinalização viária, horizontal, pela Secretaria Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana.

O prefeito Samuca Silva justificou as ações no bairro: “Eu assumi um compromisso em solucionar definitivamente a questão da drenagem da Rua Eloi Pereira, acabando com a água voltando e entrando nas casas dos moradores. São problemas antigos que estão sendo resolvidos. As obras nas servidões vão melhorar os acessos aos núcleos informais, isto significa pensar no morador, resgatar a sua dignidade e garantir a qualidade de vida pela ação pública”, comparou Samuca.    

Ronie Machado, diretor do Furban explica o motivo das obras: “Estamos atendendo o pedido dos moradores, onde há mais de 20 anos que eles vem sofrendo com os constantes alagamentos quando chove, sendo que a água fica sem saída e invade as casas. Estamos resolvendo esta antiga reivindicação com investimento de R$ 150 mil para entrega em 90 dias nesta primeira fase”, informou     

Segundo ele, o orçamento previsto inicialmente seria de R$ 600 mil com recursos do município, mas com uma ação em conjunto das secretarias Infraestrura, Transporte e Mobilidade, e Fundo Comunitário, o investimento terá uma economia nos custos sem comprometer a qualidade das obras.

Moradora há mais de 30 anos da rua, Maria do Carmo Lacerda Claro, 64 anos, agradece a atenção do poder público: “Entra prefeito, sai prefeito, e a solução não aparecia. Estamos muito gratos com o prefeito Samuca Silva e com o Furban. Há muitos anos que a gente vinha pedindo isto porque já ficamos ilhados, sem poder sair de casa durante uma inundação porque a água ficava parada e subindo. Isto é muito sofrimento. Que bom que agora tem a solução e vai melhorar mil por cento”, disse d. Maria.

Mais R$ 90 mil estão sendo investidos na melhoria do acesso nas Alamedas 1,2 e 3 da Travessa Visconde do Rio Branco. A chuva que caiu em 7 de abril derrubou um muro de contenção para dentro do pátio da Escola Municipal Professora Juracy  Varanda, obstruiu a entrada das servidões, e causou deslizamento da rede pluvial, derrubou também o poste da energia que já foi trocado pela concessionária por um poste de fibra.

O Furban construiu um novo muro e conseguiu fazer o alargamento da entrada do acesso com a doação de uma parte do terreno pela direção da escola. O local, que ficou mais aberto, receberá concreto em cima do novo piso e terá a colocação de uma grade de proteção”, explicou o diretor geral. A obra termina no prazo máximo de 60 dias.

Os moradores das alamedas, a conselheira Isabel Camargo e o motorista Sebastião Silva Santos, 61, ficaram satisfeitos com as melhorias:

 “Só temos que agradecer ao prefeito Samuca e ao Ronie do Furban em nome da comunidade,  pela presteza, pela rapidez com que nos atendeu. Em menos de 2 meses, o trabalho está quase acabando, arrumou a nossa servidão e ainda alargou a entrada com mais segurança de uso para todas as famílias”, disse  a conselheira do Furban, Isabel Camargo, que atua no setor 3 da região de Água Limpa e Vila Rica. Ela representa os moradores no Conselho Comunitário.

 
Por Afonso Gonçalves, fotos de Evandro Freitas - Secom/VR