Alunos da Fevre conquistam o 3º lugar no campeonato estadual de Tênis de Mesa no Rio de Janeiro

Esta é a primeira vez que estudantes representam a Fundação no circuito estadual

Um grupo de 15 alunos da Fundação Educacional de Volta Redonda (Fevre), dos Colégios Getúlio Vargas e Professora Themis de Almeida Vieira, participaram, pela primeira vez, de um campeonato estadual de Tênis de Mesa que aconteceu na Arena Olímpica da Barra de Tijuca (RJ), no último sábado, dia 6. Dois atletas de Volta Redonda alcançaram terceiro lugar, que foi comemorado pelo presidente da Fundação Educacional de Volta Redonda, Waldyr Bedê:

“A FEVRE, através do Projeto de Esporte e Lazer nas cinco unidades educacionais, com a modalidade Tênis de Mesa, vem se destacando em várias competições estudantis devido ao aprimoramento técnico e a qualidade individual dos seus alunos”, afirmou.

Na competição, que envolve escolas de todo o estado, os estudantes João Pedro Amorim, do Colégio Municipal Getúlio Vargas, e Pérola Ferreira, do Thêmis Vieira, foram os destaques da Fevre no Circuito Oficial de Eventos de Tênis de Mesa. O resultado ganhou aplausos merecidos e homenagens aos atletas pela direção da Fundação Educacional de Volta Redonda.

“É um motivo de orgulho a conquista desses terceiros lugares pelos alunos da Fevre, uma vez que esta é a primeira vez que estamos participando da competição dos jogos estaduais, do circuito estadual estudantil. Os alunos merecem todos os nossos aplausos”, reafirmou o presidente da Fevre.

FEVRE - A Fundação Educacional de Volta Redonda prepara estudantes do ensino médio para cursos profissionalizantes nas escolas técnicas federais e para aprovação no ENEM, com acesso as universidades federais, onde também tem conseguido excelentes resultados na classificação dos seus alunos.  

Segundo Waldyr Bedê, a entidade educacional contratou um profissional que ensina, todas as terças e quintas-feiras, tênis para os estudantes do colégio Themis Vieira, e às quartas-feiras, sexta e sábado para os estudantes do Getúlio Vargas. “O treinamento é nas duas unidades, mas está aberto para todos os alunos das cinco unidades da Fevre”, explicou o diretor.

Texto de Afonso Gonçalves Fotos: Divulgação