Instrutor do curso é gabaritado pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) para ensinar aos professores a combater a Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA)

 

 

Um grupo de professores da FEVRE (Fundação Educacional de Volta Redonda), formado por 12 profissionais de Educação, iniciou em setembro o curso de Mindfulness (Atenção Plena), que ensina técnicas de meditação e autoconhecimento com o professor Domingos Sávio. O aprendizado se baseia nos ensinamentos e técnicas do Budismo e da Yoga para melhorar a produção em salas de aulas, reduzir o estresse diário e beneficiar a qualidade de vida dos professores. O curso segue até o mês de novembro.

 

Segundo a diretora adjunta e também participante das aulas, Luciana Coelho, a Fundação aceitou o convite para trazer o curso junto à UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo) para a capacitação oferecida ao corpo docente da Fevre. “Este curso já é usado em empresas, nas grandes redes particulares e nos grandes centros e está sendo oferecido gratuitamente para os nossos professores. O Mindfulness favorece a concentração e a atenção, melhora o desempenho e a saúde dos professores que vivem muito sobrecarregados com o estresse diário da profissão, dando maior habilidade para influenciar pessoas", comentou.

 

As aulas acontecem às terças-feiras, das 18h às 20h, durante oito semanas seguidas. "Grandes empresas, como Google, Apple e Instagram, treinam seus funcionários com o Mindfulness, adquirindo importantes resultados no ambiente e na produtividade", garante o instrutor.

 

Por Afonso Gonçalves, com fotos de divulgação