Sistema de estacionamento rotativo será implantando em dezembro

 

Novo sistema de estacionamento rotativo de Volta Redonda, o VR Parking está com 80 vagas de empregos formais abertas para monitores e para área administrativa. O preenchimento das vagas será feito por meio do banco de dados do Sine. Os interessados podem se cadastrar no Na Hora, que fica na Avenida Antônio de Almeida, nº 46, bairro Retiro, funciona de 8h às 18h.

 

O novo modelo de estacionamento rotativo irá gerar mais de três mil novas vagas nos centros comerciais da cidade. As alterações nas faixas já começaram a ser realizadas pelas equipes de operação do consórcio VR Digital, formado pelas empresas Areatec (SP) e Sinalvida (PE).

 

“Além de modernizar o modelo de estacionamento de Volta Redonda o consórcio vai gerar empregos diretos e contribuir com a arrecadação e receita do município. O novo sistema vai inibir também a atuação de flanelinhas. Durante os 30 primeiros dias de operação do VR Parking, os monitores estarão nas ruas orientando os motoristas sobre as novidades do sistema”, explicou o prefeito Samuca Silva.

 

Com previsão de início de operações em dezembro, o VR Parking é um modelo inovador, que utiliza a tecnologia para que os motoristas possam encontrar vagas disponíveis por meio de aplicativo, painéis eletrônicos e iluminação de identificação individualizada em cada vaga.

 

“Através do VR Parking, os motoristas poderão acompanhar as vagas em tempo real. Com o tempo chuvoso, as equipes, que só atuam a noite, estão trabalhando para instalar os equipamentos o quanto antes”, explicou o diretor-presidente da Empresa de Processamento de Dados (EPD), Matheus Cruz.

 

O sistema VR Parking

 

Por meio de um aplicativo instalado no celular, ou através dos estabelecimentos comerciais cadastrados, com pagamento no cartão de débito e crédito, dinheiro ou boleto bancário, os motoristas de Volta Redonda poderão adquirir o bilhete para estacionar seu carro. O aplicativo do VR Parking vai possibilitar que a população acompanhe as vagas em tempo real. Luz verde significa vaga liberada, luz azul para vaga especial para deficientes e idosos e luz vermelha para sinalizar que a vaga está ocupada. Essa tecnologia será possível através de sensores. Também com o aplicativo será possível visualizar o mapa com as informações desejadas.

 

Os usuários poderão pagar apenas pelo tempo proporcional e não pela tarifa cheia do rotativo (30 minutos ou 60 minutos).

 

“O pagamento por minuto a minuto, será exclusivo para os usuários que optarem pelo aplicativo. A tecnologia vai permitir o controle do uso e do saldo disponível na conta virtual do motorista”, enfatizou Matheus Cruz.

 

Os locais foram divididos por três zonas. A Zona Azul engloba as principais ruas e avenidas, com maior rotatividade, dos bairros Vila Santa Cecília, Centro e Aterrado. As vagas que estiverem nessa zona terão um valor de R$2,50/hora. A Zona Verde abrange os bairros Retiro, Santo Agostinho, 207 e Ponte Alta, onde o valor será de R$2,00/hora. Tanto na Zona Azul, quanto na Zona Verde, os veículos podem permanecer no local por no máximo 3 horas. A Zona Laranja inclui as ruas adjacentes com o valor de R$1,50/hora e com permanência de, no máximo, 4horas.

 

Por Maria Clara Sales com foto arquivo – SECOM VR