Caso mais recente envolveu a adoção de 11 cães apreendidos em canil clandestino e medicados pelo departamento de Bem Estar e Proteção Animal da Secretaria de Meio Ambiente

 

O trabalho do departamento de Bem Estar e Proteção Animal da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) em Volta Redonda não para. Por meio de denúncias da população, a equipe faz apreensão de animas em situação de risco, cuidam e encaminham para adoção no Espaço de Adoção da SMMA “Família Animal”. A próxima ação, que será realizada na Feira Livre de Volta Redonda neste domingo, das 9h às 14h, também disponibiliza animais captados por entidades que compõem o Conselho Municipal de Proteção e Defesa Animal, grupos de proteção animal e protetores independentes. No ano passado, 74 animais, sendo 50 caninos e 24 felinos, foram adotados.

Um exemplo do trabalho bem sucedido da equipe de Bem Estar Animal foi a apreensão de 12 cães de um canil clandestino, que funcionava sem alvará para comercializar animais domésticos. A ação, em janeiro de 2020, foi realizada após denúncias no aplicativo Fiscaliza VR. Os cães eram das raças Shith tzu, Poodle e Lhasa Apso. Os animais foram recolhidos, pois estavam bastante debilitados. Um deles morreu.

De acordo com a coordenadora de Bem Estar e Proteção Animal, Alexsandra Fernandes, os cães viviam amontoados em canis pequenos, todos estavam com ectoparasitas e endoparasitas, alguns apresentavam dermatites e otites, a maioria com tártaros nos dentes. “A proprietária negligenciava com os cuidados médico veterinário aos animais”, disse.

Ela explicou que os animais foram encaminhados para atendimento veterinário, fizeram exames de sangue de hemograma completo e pesquisa de hemoprotozoário. “Todos foram castrados, passaram por banhos e tosas e, após serem reabilitados, foram encaminhados para adoção e já têm novo lar”, contou Alexsandra.

O departamento da Secretaria Municipal de Meio Ambiente realiza vistorias periódicas em canis e, sendo constatada irregularidade na atividade, os proprietários são intimados e autuados. Além disso, se observada a prática de maus tratos aos animais, eles podem ser apreendidos.

 

Secom/VR - Fotos Gabriel Borges