Diversas agendas positivas foram realizadas durante os quatro dias de evento

 

A Semana Nacional da Mata Atlântica de Volta Redonda foi um marco para a cidade. Foi assim que o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Maurício Ruíz avaliou o evento. Entre os dias 27 e 30 de maio, a secretaria realizou diversas agendas positivas com o objetivo de mostrar para a população que, Volta Redonda também pode ser destaque quando o assunto é sustentabilidade.

 

“Avançamos nessa agenda, com programa de arborização urbana, dois parques municipais, um refúgio da vida silvestre, reinauguração do parque do ingá, assinatura de acordos do monitoramento do desmatamento em tempo real, a presença da secretária do estado, uma autoridade estadual que visitou o município depois de quase 20 anos, numa agenda positiva. Podemos destacar que tudo foi excepcional”, disse Maurício acrescentando ainda que, parcerias com empresas privadas foram firmadas durante o evento em prol do meio ambiente.

 

O Prefeito Samuca Silva também disse que essa semana trouxe um resultado extraordinário. “O município está de parabéns e estamos recebendo elogio nas redes sociais de várias entidades ligadas ao tema pelo Brasil. Conseguimos implantar políticas nessa área demonstrando para a população o esforço da secretária de meio ambiente junto ao governo, de uma forma geral, e que vai deixar um legado permanente em nossa cidade”, enfatizou Samuca.

 

5ª Conferência Municipal de Meio Ambiente

 

Na próxima semana, entre os dias 07 e 08 de junho, acontecerá no Auditório da Universidade Geraldo di Biase, a 5ª Conferência Municipal de Meio Ambiente. No evento serão abordados assuntos relacionados aos pilares do Meio Ambiente como: Agenda Azul – Gestão das Águas; Agenda Marrom – Gestão dos Resíduos; Agenda Amarela – Gestão da Educação ambiental; Agenda Lilás – Fauna; Agenda Branca – Gestão da informação; Agenda verde – Gestão das Florestas; 

 

O prefeito Samuca Silva ressalta que a conferência visa mobilizar os integrantes do poder publico e da sociedade para a construção e fortalecimento de propostas que contribuam para uma Volta Redonda cada vez mais ecológica.

 

“Volta Redonda sempre foi conhecida como cidade cinza, estamos mudando essa visão e é possível transformar a cidade num ambiente que esteja integrado economia e ecologia. Estamos provando agora com varias ações e magníficos eventos que é possível pensar num futuro falando de Meio Ambiente e deixando um legado para as próximas gerações. Vamos aproveitar esses dois anos que restam da nossa gestão para materializar isso. Além disso, a conferência serve para avaliar efetivamente as ações que são realizadas no município”, finalizou o prefeito.

 

Por Renan Ferreira com fotos de arquivo - Secom/VR