Área de proteção ambiental será uma das 10 maiores reservas naturais municipais do Brasil 

 

Na tarde desta terça-feira, dia 28, a Prefeitura de Volta Redonda continuou com ações para celebrar a semana da Mata Atlântica. Para essa comemoração, o Prefeito Samuca Silva e o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Maurício Ruiz, receberam a Secretária de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Ana Lúcia Santoro, para assinarem o decreto de criação do Refugio da Vida Silvestre Vale dos Puris. Além disso, assinaram também o termo de Cooperação do Programa “Olho no Verde: Monitoramento da Mata Atlântica contra o desmatamento” e o termo de Cooperação para acesso aos dados do cadastro ambiental rural.

 

O Prefeito Samuca Silva frisou que desde o plano de governo, toda a equipe está comprometida em transformar Volta Redonda numa cidade mais sustentável e preocupada com o Meio Ambiente. “Esse decreto é a criação de uma unidade de conservação dentro de Volta Redonda, com quatro mil hectares de Floresta de Mata Atlântica protegidos. Numa cidade do aço, que sempre foi conhecida como cidade cinza, é possível falar em unidade de conservação. Estamos provando agora com varias ações e magníficos eventos que é possível pensar num futuro falando de Meio Ambiente e deixando um legado para as próximas gerações”, disse o prefeito.

 

Essa unidade abrange toda a área do bairro Santa Cruz, o parque do Ingá e vai até a divisa com o distrito de Amparo, em Barra Mansa.  Além do decreto, Volta Redonda será o primeiro município do Estado a receber em tempo real o monitoramento via satélite de desmatamento, ou seja, a SMMA será notificada em qualquer corte de vegetação na cidade e poderá agir rapidamente.

 

A Secretária, Ana Lucia Santoro, parabenizou pelo trabalho que vem sendo realizado em Volta Redonda e disse que é um trabalho que exige coragem e visão de futuro em prol do ambiente. “Ontem foi o dia nacional da Mata Atlântica e estamos aqui celebrando essa criação de uma área de preservação de um bioma da Mata Atlântica, no qual o nosso estado está inserido. Esse sinergismo mostra que é possível produzir e preservar. Conciliando desenvolvimento com sustentabilidade. Muito me alegra tudo que vocês tem feito aqui. Parabéns prefeito, parabéns Maurício e conte com a gente”, destacou Ana Lúcia.

 

O prefeito Samuca recebeu a secretária em seu gabinete antes da assinatura do decreto e falou sobre os projetos a serem desenvolvidos na questão ambiental e nos investimentos que já foram feitos. “Até o final de 2020 iremos plantar 50 mil mudas de árvores nas vias de Volta Redonda. Queremos deixar um legado impressionante na cidade, trazendo benefícios para toda a população”, enfatizou Samuca.

 

Após a assinatura o secretário municipal levou a secretária estadual e toda a equipe para uma visita pelo Zoológico Municipal e explicou sobre como é o funcionamento. “Nosso Zoo serve também como centro de tratamento de animais silvestres da região e abrange centenas de animais com as mais variadas histórias”, acrescentou Maurício. Ao final da visita eles plantaram uma árvore ‘cerejeira do Rio Grande’, dentro do Zoológico.

 

Visita a ETE Gil Portugal

 

A Secretária de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Ana Lúcia Santoro esteve na parte da manhã conhecendo o funcionamento do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda (Saae-VR) e visitando a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Gil Portugal, na Vila Santa Cecília para conhecer a estrutura e todo o seu funcionamento .  

 

O diretor presidente do Saae, José Geraldo Santos, o Zeca explicou que a estação atende 60 mil moradores de Volta Redonda, cerca de 20% da população do município. “Temos o projeto da ETE 3 Poços que tem o potencial para beneficiar aproximadamente 15 mil moradores da região. A obra será realizada com recurso do Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano (Fecam) e com essa construção estaremos ampliando a rede de esgoto do município”, afirmou Zeca destacando que essa obra trará bons resultados.

 

De acordo com o prefeito Samuca Silva, essa é mais uma conquista para a cidade, principalmente por abranger uma grande área do município. “Só conseguimos essa conquista através de diálogo com o novo governo do estado. Sempre avançando com diálogo e eficiência para desatar os nós que atrapalhavam nossa cidade”, finalizou.

 

Por Renan Ferreira com fotos de Gabriel Borges e Geraldo Gonçalves

Secom/VR