Evento reuniu artesãos da cidade e tem como objetivo fomentar a economia

 

Nesse domingo, dia 31, o público que foi visitar o Zoológico Municipal de Volta Redonda, teve uma atração a mais: a ArteZoo, uma feira realizada através da parceria entre as secretarias municipais de Cultura e Meio Ambiente e que abre espaço para os artesãos da cidade apresentarem seus trabalhos.

 

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Maurício Ruiz, a Feira de Artesanato é também a oportunidade de oferecer uma atração a mais para o público que frequenta o Zoológico. “A secretaria de Meio Ambiente incentiva, fomenta a realização de atividades de educação ambiental dentro do zoológico, que é o maior espaço natural dentro da área urbana de Volta Redonda, visitada por quase seis mil pessoas por mês”, disse o secretário.

 

A secretária de Cultura de Volta Redonda, Aline Ribeiro, explicou que todos os artesãos que estão expondo trabalhos estão cadastrados no programa de artesanato municipal. “Queremos incentivar a capacidade do fazer artesanal, da pequena escala, do local e do autoral. Nosso cadastro municipal de artesãos já possui mais de 700 inscrições, temos um setor muito forte e a Feira ArteZoo é mais um espaço, proposto pelos próprios artesãos, com potencial para comercialização dos produtos”, disse Aline Ribeiro.

 

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, destaca que a administração municipal incentiva à criação de espaços onde os artesãos da cidade possam expor e comercializar os seus produtos. “É uma categoria que merece a atenção e o carinho do poder público. Criamos outros espaços para que eles também possam expor os seus trabalhos como a Feira Mix - Vem para a Brasil, as Feiras de Artesanatos que acontecem na Praça Sávio Gama e na Praça Rotary, além das edições da Rua de Compras”, disse o prefeito.

 

O engenheiro paulista Marcelo Marques, que estava passeando com os filhos, aprovou a iniciativa da ArtZoo. “Achei excelente a ideia de criar uma feira de artesanato dentro do zoológico. Acho que a população deveria aproveitar mais e conhecer os trabalhos que estão sendo comercializados”, disse o engenheiro.

 

Para a Artesã Fátima Gabriela, a feira é uma oportunidade de expor os trabalhos e mostrar novidades. “Já participei de outras feiras promovidas pela prefeitura e essa é a primeira vez que exponho os meus trabalhos no zoológico. É uma oportunidade importante para os artesãos. É um incentivo e tanto para nós”, disse a artesã.

 

A artesã Renata Bonifácio, 36 anos, participou, mais uma vez, do ArteZoo neste domingo e elogiou o projeto. “A criação desses espaços disponibilizados pela prefeitura deu mais visibilidade ao meu trabalho. Sai de casa e fui para a rua aproveitar as feiras que acontecem na cidade. Com isso aumentei o meu faturamento. Torço para que criem outros espaços, principalmente à noite”, disse Renata.

 

Fátima Santos – SecomVR