Prefeitura de Volta Redonda consegue liberar verba para pagar ex trabalhadores da Corpore

Os quase 600 empregados da Corpore, empresa que prestava serviços à Secretaria Municipal de Saúde de Volta Redonda, vão receber os valores referentes aos salários em atraso.

A Prefeitura de volta Redonda conseguiu autorização da Justiça e vai fazer os pagamentos diretamente aos empregados.

Para preservar os funcionários, a Secretaria Municipal de Saúde, através da Procuradoria Geral do Município, já havia depositado os valores referentes a metade dos salários de agosto e o total de setembro, em juízo, mas a Justiça decidiu devolver o dinheiro ao município, com a condição de que ele seja usado exclusivamente para esse fim.

Para que fosse possível fazer esse pagamento, a empresa ficou responsável por passar os dados dos trabalhadores, o que foi feito essa semana.

A equipe da prefeitura, por sua vez, se reuniu durante horas com representantes de bancos para encontrar a melhor e mais rápida forma de operacionalizar o pagamento sem ter que passar pelas contas da Corpore.

Motivo: o depósito direto nas contas-salário dos empregados era inviável, porque estas têm vínculo com o CNPJ da Corpore e parte do dinheiro poderia ser retido por causa de bloqueios judiciais contra a empresa.

Com a solução definida, a expectativa é que já nesta quinta feira, dia 1º, os trabalhadores já recebam seus salários.

Segundo o Procurador Geral do Município Augusto Nogueira, os Arquivos bancários serão entregues ao Banco do Brasil
logo na manhã desta quinta feira.

“Por determinação do prefeito Samuca Silva, passamos hoje o dia todo empenhados em resolver essa questão, que tanto já penalizou os funcionários. Realizamos uma reunião com as secretarias de Administração, Fazenda e EPD, e ficou definido que os pagamento para os quase 600 ex funcionários da Corpore serão feitos nessa quinta feira, graças também ao empenho do Banco do Brasil, a quem agradecemos” finalizou o Procurador.