Programa do governo federal vai ocupar a antiga sede da Secretaria de Esporte e Lazer, na Ilha São João

 

Volta Redonda vai ganhar uma unidade da Casa da Mulher Brasileira, um espaço de atendimento integrado e humanizado às mulheres em situação de violência. No município, o programa do governo federal vai ocupar a antiga sede da Secretaria de Esporte e Lazer, na Ilha São João, que será totalmente reformada para abrigar os serviços.

 

“A Casa da Mulher Brasileira é um programa inovador de total acolhimento à mulher vítima de violência. O mesmo espaço concentra os principais serviços especializados de atendimento às mulheres que precisam enfrentar a violência, se fortalecer e ter autonomia. O espaço, que funciona 24 horas, reúne equipe multiprofissional que garante assistência psicossocial, policial, jurídica, casa de passagem rápida e brinquedoteca para crianças, por exemplo”, explicou a secretária de Políticas Públicas da Mulher, Idosos e Direitos Humanos (Smidh), América Tereza.

 

O projeto para abrigar a Casa da Mulher Brasileira em Volta Redonda está sendo elaborado pelo IPPU (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano), nos moldes semelhantes à unidade já existente em São Paulo.

 

“O equipamento será um presente para a mulher de Volta Redonda e toda região, já que há apenas seis unidades do país e esta será a primeira instalada no Estado do Rio de Janeiro”, acredita América Tereza.

 

Por Secom/VR com fotos de divulgação