Mercado de trabalho foi um dos principais tópicos abordados

 

Após três meses de estudos, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Volta Redonda concluiu o trabalho com levantamento de informações relevantes sobre os PCDs (Pessoas com Deficiência) da cidade. A metodologia utilizada levantou os atuais problemas enfrentados e definiu ações importantes referentes a inclusão de pessoa com deficiência. A iniciativa contou com a participação de diversas secretarias da Prefeitura de Volta Redonda, ligadas ao tema; Compede (Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência); entidades que assistem aos PCDs; responsáveis de entidades empresariais; e o vereador pastor Washington Uchôa.  

 

Joselito Magalhães, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo destacou que já vem realizando pesquisa junto as empresas, visando o mercado de trabalho para os PCDs. “É uma pesquisa interessante, pois vai proporcionar termos uma visão detalhada sobre o mercado de trabalho para os PCDs. As empresas têm vagas para eles e nosso objetivo é justamente fazer essa interlocução. Estamos pensando também em criar um selo para aquelas empresas que possuem iniciativas visando motivar a inclusão”, detalhou Joselito Magalhães.

 

O vereador Washington Uchôa, que é relator da Comissão Permanente de Defesa dos Direitos das Pessoas com Necessidades Especiais e do Idoso, na Câmara Municipal de Volta Redonda, comentou sobre o trabalho. “É um trabalho em conjunto que vai contribuir e beneficiar muito as famílias e os PCDs. É muito bom saber que podemos contar com a Prefeitura de Volta Redonda nessa nobre iniciativa. Tenho algumas leis que buscam incluir e facilitar o dia a dia de pessoas com algum tipo de deficiência e sempre levantarei essa bandeira da inclusão”, disse o vereador Washington Uchôa.

 

Para o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, a cidade merece e precisa de iniciativas voltadas para o público PCD. “Todas as iniciativas são bem-vindas. Eu tenho cobrado cada vez mais o engajamento e envolvimento das secretarias em todas as questões que envolvem os PCDs. Eles merecem o nosso carinho e respeito e, acima de tudo, devem ser incluídos com dignidade”, destacou Samuca Silva.

 

Por Secom VR