Volta Redonda abriu 2,6 mil postos de trabalho em 2018

Cidade é a que mais gerou empregos no Sul Fluminense

 

Entre os meses de janeiro e novembro de 2018, Volta Redonda ampliou o mercado de trabalho local e abriu 2.621 novas vagas de emprego. O município é o que mais abriu postos de trabalho na região Sul Fluminense. Os dados são do Ministério do Trabalho, através do Caged (Cadastro Geral de Empregos e Desempregados). No ano, foram 21.740 admissões, Volta Redonda é a segunda cidade do Estado do Rio que mais gerou empregos em 2018, perdendo apenas para a capital Rio de Janeiro.

 

De acordo com o prefeito Samuca Silva, 2018 foi o ano do emprego na cidade, e os resultados são frutos da melhora no ambiente de negócios da cidade.  "Nossa cidade precisava se desenvolver economicamente, gerando emprego para a população. E conseguimos esse resultado expressivo, que demonstra a grandeza de Volta Redonda. Investimos na desburocratização, melhoramos o diálogo com o setor produtivo, e demonstramos que Volta Redonda pode sim gerar empregos e renda para a população", disse Samuca.

 

Em 2018, a cidade contou com a inauguração do novo shopping, que atenderá toda a região; a implantação da empresa de Call Center, entre outros investimentos. Também em 2018, foi anunciado pela prefeitura de Volta Redonda e a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) a criação do Polo Metalmecânico, que deverá contar com oito empresas clientes da CSN, que estão em outros municípios e estados. 

 

"Estamos mudando a cara da cidade, um anseio antigo de nosso povo. Nosso resultado no Caged ainda vai melhorar. Faltam ser contabilizados os dados de dezembro, que vão somar as contratações do comércio e da Call Center e em 2019 ainda será melhor. Todos nós conhecemos alguém ou temos parentes que tiveram que mudar de cidade por falta de oportunidade de emprego em Volta Redonda, e é essa questão que estamos enfrentando de frente, buscando gerar empregos", completou Samuca.

 

SecomVR