Volta Redonda mantém liderança estadual na geração de empregos

Dados do Caged apontam que a cidade acrescentou 2.123 vagas a seu mercado de trabalho nos últimos 12 meses

Todos os principais setores da economia em Volta Redonda tiveram saldo positivo, com mais admissões do que demissões, no período entre novembro de 2017 e outubro de 2018. Com isso, a cidade chegou a 2.123 postos de trabalho criados no período, mantendo a posição de liderança no ranking estadual da empregabilidade.

A segunda posição ficou com Campos, que criou 1.693 empregos no mesmo intervalo de tempo. Os dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho.

A indústria foi o setor que mais criou empregos em Volta Redonda nos últimos 12 meses, com 735 admissões a mais do que demissões. Em seguida vêm os setores de Serviços (501), Comércio (386) e Construção Civil (300).

 

Atuação da prefeitura

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Joselito Magalhães, atribui parte dos bons resultados ao empenho e à determinação do prefeito Samuca Silva, em melhorar o ambiente de negócios na cidade e em destacar o município como um bom destino para investimento. “Seguimos as orientações do nosso prefeito e com muito esforço, estamos tornando a cidade num local atraente para investimentos e também para facilitar o trabalho de quem já está aqui.” disse

O prefeito Samuca Silva disse que a geração de empregos continua a ser prioridade máxima em seu governo.  “Tudo o que pudermos fazer para criar mais oportunidades de emprego será feito. Acredito que o benefício que o cidadão consegue de um emprego vai além do salário. Estar empregado eleva a autoestima e faz a pessoa se sentir como um membro produtivo da sociedade. E esses números são ainda maiores pois, não foram computado nesses dados as novas vagas criadas pela empresa de Call Center, da Rede de Supermercados que está sendo inaugurado além de outros investimentos”, finalizou Samuca.