Plataforma gratuita para vendas online também já cadastrou 235 compradores; Qualquer empresa da cidade com alvará válido pode se inscrever

 

A plataforma digital ‘Compras VR’, que visa auxiliar comerciantes durante período de restrições sociais em Volta Redonda, já cadastrou 144 vendedores e 235 compradores. O ambiente virtual funciona como um shopping, conectando vendedores e compradores, de forma online e simples. Mesmo com a reabertura gradativa e a flexibilização do comércio, o sistema é uma opção para os comerciantes da cidade durante o período de isolamento social e a restrição de atividades comerciais em função da Covid-19, o novo coronavírus.

 

Os interessados podem acessar o site: www.comprasvr.com.br e se inscrever. O prefeito Samuca Silva destacou que as transações financeiras não são realizadas dentro da plataforma. 

 

“Foi criado um espaço de interação, mas a negociação de forma de pagamento e valores serão feitas diretamente entre vendedor e cliente. A iniciativa visa ajudar quem não está preparado para essa forma de comercialização, que é uma tendência no mundo todo, devido à pandemia. Muitas pessoas já trabalham de forma online, a plataforma já mostra bons resultados e o nosso objetivo com essa ação é para ajudar os comerciantes a fazer a transição da tradicional forma de vender para o inovador e facilitar a comercialização de produtos nesse período de crise mundial”, explicou.

 

Para utilizar a plataforma ‘Compras VR’, os interessados devem entrar no site e cadastrar a empresa, fornecendo dados simples como nome, descrição da loja, e-mail, telefone, WhatsApp e redes sociais (caso tenha), CNPJ, endereço e horário de atendimento. Além disso, é necessário fazer o cadastro do catálogo de produtos, com descrição, preço e foto. Qualquer empresa da cidade com alvará válido poderá se inscrever.

 

“A gestão municipal vem dando suporte aos comerciantes e a ideia de criar um espaço online, sem que seja preciso gastar com domínio de site e suporte técnico, é muito importante para colaborar com os vendedores”, explicou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rogério Loureiro.

 

Secom VR