Sorteio de 35 boxes de mercados populares será nesta quarta-feira

Mais de 1,2 mil pessoas já estão inscritas para participar do sorteio que será realizado na Ilha São João

 

Nesta quarta-feira, dia 08, acontecerá o sorteio de 35 boxes dos mercados populares de Volta Redonda, sendo 22 no aterrado; 08 na Amaral Peixoto; e 05 na Vila Santa Cecília. Desses boxes, 10% serão destinados a pessoas com deficiência, de acordo com a Lei 4419 de 2017. O sorteio para o uso dos boxes será realizado no ginásio da Ilha São João, às 10h. Mais de 1,2 mil pessoas já estão inscritas para participar do sorteio.

 

O gestor do Banco VR de Fomento, Nelson Kruschewsky Gonçalves, explicou que na hora do sorteio, é necessário apresentar a documentação pedida no edital, como CPF, identidade, CND (Certidão Negativa de Débito) e comprovante de residência. Para pessoa jurídica, também é preciso o Certificado da Condição do Microempreendedor Individual (CCMEI).

 

“É um momento inédito no município. Pela primeira vez esses espaços serão preenchidos através de sorteio, oportunizando que toda população participe e conheça o processo. Dessa forma estamos gerando mais emprego e renda para Volta Redonda em espaços que estavam fechados”, contou Nelson.

 

As condições para participar do sorteio são: ser morador de Volta Redonda há três anos ou mais, e comprovar essa condição; não ter vínculo empregatício; não ter participação societária em empresas; pode ser pessoa física ou MEI; pois caso seja sorteado todos serão cadastrados como MEI.

 

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Volta Redondo, Joselito Magalhães, o critério de sorteio é extremamente justo porque abre espaço para todos participarem. "Esse critério resolve muitos problemas, porque muita gente questiona a forma como esses boxes eram direcionados. O sorteio é a forma correta de disponibilizar o espaço público para quem quer empreender”, afirmou.

 

O prefeito Samuca Silva ressaltou que o processo de sorteio mostra a forma transparente de a administração municipal guiar os processos. É uma boa oportunidade de empreender em Volta Redonda. No passado não tinha um critério claro e objetivo. Agora Volta Redonda dá sinal de transparência, dando a todos a chance de concorrer”, frisou o prefeito.

 

Por Ana Maria Mansur, com fotos de Gabriel Borges