Após capacitação no Telecentro, grupo vai participar de processo seletivo para empresa de call center

 

Dezessete alunos de informática do projeto “Fábrica de Talentos”, todos com mais de 45 anos, receberam uma boa notícia na tarde desta quarta-feira, dia 27, durante reunião no auditório da Prefeitura de Volta Redonda. Após cadastro no Sistema Nacional do Emprego (Sine), que funciona na sede do Na Hora, no Retiro, eles vão participar de processo seletivo para ocupar vagas de trabalho disponibilizadas por empresa de call center que atua no município. O teste será na próxima semana. 

 

O prefeito Samuca Silva lembra que a “Fábrica de Talentos” surgiu após o Mutirão do Emprego, realizado no dia 1º de maio deste ano, quando foi identificada a necessidade de qualificação da mão de obra no município. “O objetivo era exatamente oferecer capacitação para tornar as pessoas aptas a participar de processos seletivos”, disse, ressaltando que essa é uma das ações para manter Volta Redonda entre os líderes em geração de emprego no estado.

 

Os 17 alunos, selecionados entre os cadastrados pela Secretaria Municipal de Política para Idosos, Mulheres e Direitos Humanos (Smidh) e pelo Sine, encerram o curso de atualização em informática no Telecentro na sexta-feira, dia 29. O professor Flávio de Souza Ferreira explicou que o foco do curso era a atuação na empresa de call center. “Trabalhamos, principalmente, a digitação e os atalhos de teclado”, contou.

 

O coordenador dos Telecentros, Gustavo Pontes; e a chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Smdet), Elissa Guimarães Santiago, responsável pelo ‘Fábrica de Talentos’, também participaram do encontro e cumprimentaram os formandos. “Obrigado pela confiança, no nosso projeto e em vocês mesmos. O curso, com certeza, vai ajudar no processo seletivo”, disse Gustavo.

 

Elissa acredita que o curso pode ser o diferencial na hora de ser o escolhido para a vaga de emprego. “Sem dúvidas, esse projeto é muito importante. Essa turma encerra o curso agora, mas já temos novos alunos de informática no Telecentro”, lembrou.

 

Coube ao coordenador do Na Hora, Almazir Mattos, orientar os alunos sobre o cadastramento no Sine e o processo seletivo para a empresa. “É importante que todos compareçam ao Sine para atualizar o cadastramento”, disse. 

 

Entre os candidatos à vaga no call center estão Naide Airosa da Silva, de 66 anos, e Nieta Roberta, de 45, que têm um objetivo em comum: voltar ao mercado de trabalho. Naide é moradora do bairro Nossa Senhora das Graças e aposentada da CSN há 22 anos. “Não quero ficar parada. Ainda tenho disposição e o curso foi importante para me atualizar”, falou.

 

Já Nieta, que mora no Parque das Ilhas, interrompeu as atividades em uma loja de departamentos com a chegada dos filhos, há cerca de seis anos. “Chegou a hora de retornar ao mercado de trabalho. Achei importante fazer o curso, pois a informática hoje está presente em qualquer colocação”, acredita.

 

Por Renata Borges com fotos de Gabriel Borges – Secom/VR